X
X

Diário da Região

06/05/2016 - 00h00min

Painel de Ideias

Deus existe

Painel de Ideias

NULL NULL
NULL

A mãe em agonia pelo filho drogado. A criança abandonada pelos pais dependentes químicos. Em meio a casos como esses, que só aumentam, entre tantas outras aflições e martírios, a dúvida reacende no espírito. Por que Deus silencia diante de tanta dor?

O Cardeal Martini e o biblista Wénin explicam que, embora para alguns, em estado de descrença, esse silêncio indica o vazio, a inexistência de Deus, o cristianismo traça o caminho do bem, da vida plena, para todos, mesmo diante do mal mais profundo e das adversidades mais intensas e desesperadoras.

Lembram que Deus cria todas as coisas a partir das trevas. Não destrói nada, nem o mal, que permanece entre nós e não será, portanto, erradicado por decreto, nem por uma grandiosa teofania.

Ao encarnar-se, Ele se fez um de nós, humanizando-se até as últimas consequências, pela morte na cruz e pelo sepultamento, inclusive, descido à mansão dos mortos. Mas é exatamente dentro desse fracasso que Ele ressurge vitorioso, pela ressurreição.

Com base nessa certeza, da vida nova, ressurgida, Deus nos chama ao combate cotidiano contra o mal em suas diversas manifestações: pessoais, sociais, culturais, econômicas, políticas, religiosas. Não sabemos como nem quando virá, mas, um dia, o sentido dessa luta será revelado vitorioso.

Essa é a proposta do cristianismo. Enfrentamento do mal, que sempre estará aqui, paciência em meio às derrotas e perseverança na vitória completa e definitiva do bem. Para Albert Camus, diga-se de passagem, a fé não é uma paz interior, em acomodação, mas sim uma permanente e trágica esperança.

Uma mulher indagou a Martini: “Por que Deus não fez com que meu marido atrasasse a viagem em cinco minutos? Assim, ele teria evitado o acidente fatal que o matou.” A resposta do cardeal: “Não sei responder à sua pergunta; mas, apesar do que aconteceu, confio em Deus e estou aqui ao seu lado, compartilhando a sua dor, que é minha também; choro com você; somos irmãos.”

Findo com Martini. Apesar de tanto mal e das desgraças, o sentido da beleza do humano pervaga, atravessa a criação e a história e dirá um dia a derradeira palavra. Isso é o que nos move, confiantes. Cabe a nós a missão de fazer com que essa última palavra, de um saboroso alívio, comece a ser balbuciada a partir de agora.

P.S. Dedico este texto ao jovem Marcelo (nome fictício), atualmente em tratamento para voltar à vida.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso