Diário da Região

29/06/2002 - 00h05min

Desafios da Terceira Idade

O progressivo aumento da população idosa é um fenômeno observado em todo o mundo. Tal aumento deve-se, em parte, às melhores condições de vida e à maior expectativa de vida verificada, inclusive no Brasil, em todas as camadas sociais. Mas o que é ser um idoso? No Brasil, considera-se velho ou idoso o indivíduo com mais 60 anos. É uma fase da vida em que as pessoas tiveram muitos ganhos com a experiência de vida, mas também muitas perdas, entre as quais se destaca a saúde como um dos aspectos mais afetados no idoso. Segundo dados do IBGE (Censo 2000), o contingente de idosos no Brasil é de 14 milhões de cidadãos, o que corresponde a 8% do total de brasileiros. Mas esse índice deverá se elevar a 15% em 20 anos - estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). O Brasil está preparado para receber essa população na terceira idade? Certamente, não. Quando deparamos com algum idoso nas ruas, não temos idéia das dificuldades que ele encontra em seu cotidiano. Ser idoso no Brasil, de certa forma, é passar por graves dificuldades. Nem mesmo a sociedade tem o devido respeito para com essa faixa etária.

Em pleno ano 2002, estamos assistindo a essa classe aumentar dia a dia, existindo poucas políticas sociais destinadas a ela. Se pensarmos em política de renda para o idoso, temos somente a previdência social que garante para a grande maioria um salário mínimo. Infelizmente, se o cidadão idoso estiver doente não conseguirá nem mesmo custear os medicamentos necessários. Outro questionamento é em relação ao mercado de trabalho. Hoje se o cidadão tiver mais de 45 anos dificilmente conseguirá um posto de trabalho digno, agora imaginem um idoso que necessita de trabalho para complementar sua renda mensal. Apesar dessa faixa etária estar aumentando, atualmente ainda existem poucos lugares específicos nas áreas do lazer, entretenimento e diversão, em que o idoso possa preencher o tempo livre em atividades sadias e até mesmo em muitas ocasiões se sentir útil. O que pode ser feito para melhorar a qualidade de vida do cidadão na terceira idade? A qualidade do envelhecimento está relacionada principalmente com a qualidade de vida durante a infância, adolescência e obviamente na fase adulta da vida. A recreação para a terceira idade representa uma alternativa de adaptação do processo de envelhecimento, sendo importante estimular programas recreativos que preencham as necessidades dessa população.

É importante despertar no idoso o interesse em ocupar o seu tempo livre que só foi conquistado após muitos anos de trabalho e contribuição para a formação da sociedade presente. Essa ocupação visa a auxiliá-lo na manutenção de seu equilíbrio físico e social e assim estará afastando-o do processo de isolamento. Programas recreativos como dança de salão, canções em grupo, passar a bola, peteca e danças regionais sempre têm um atrativo muito especial, pois nos idosos podem desbloquear a inibição na participação coletiva e promover a integração interpessoal na sociedade. Além disso, segundo alguns autores, o lazer envolve diferentes áreas de interesse que serão procuradas pelos idosos de acordo com seu nível social, cultural e profissional. Os interesses físicos englobam atividades realizadas durante a utilização do tempo livre, ou seja, a participação consciente e voluntária na vida social e cultural em busca do equilíbrio pessoal entre o repouso, a distração e o desenvolvimento contínuo e harmonioso da personalidade. Seriam as práticas de esportes ou exercícios físicos, dando-lhes novo enfoque. Os interesses práticos são as atividades ligadas a habilidades dos indivíduos, sem caráter obrigatório no âmbito social, familiar, que podem ser praticadas pelos idosos. Englobam os trabalhos manuais executados no lar, costura, tricô, marcenaria, consertos, reparos, culinária, jardinagem.

Os interesses artísticos englobam todas as atividades ligadas às artes por meio das quais os idosos podem expressar concretamente sua criatividade. Os interesses intelectuais são as atividades voluntárias que visam às expressões acompanhadas po

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso