X
X

Diário da Região

18/12/2015 - 00h00min

Painel de Ideias

Confissões

Painel de Ideias

NULL NULL
NULL

Jardim Redentor. Fernandópolis. 2011. Perto das nove da noite. Saía de um culto, do amigo pastor Elias. Ao me aproximar do carro, distraído, numa rua pouco iluminada, ouvi o chamado de uma voz grave: “Dr. Evandro...”. Vinha de um rapaz alto, corpulento, que não reconheci na penumbra. Pensei: chegou a minha hora. Tive medo.

Entrei rápido no veículo e disparei. Pelo retrovisor, vi que o moço continuava a caminhada lentamente. Com a cabeça baixa. Logo me ocorreu: precipitei. Parei, desci e esperei. O jovem se aproximou novamente. “O senhor não se lembra de mim?” Não. Ele se identificou e contou, serena e amistosamente, que teve raiva de mim quando mais novo, por causa do toque de recolher. Mas isso passou.

Esse moço não tinha mãe. O pai o criou com muita dificuldade. Depois de se envolver com drogas e delitos, ele queria mostrar pra mim que se reergueu. Relembramos juntos a sua história. Até sorrimos da “carrocinha do conselho”, que era como os garotos e garotas apelidavam a Kombi dos conselheiros. Conversamos ali na rua por alguns instantes. Eu me desculpei pelo meu falso alarme. Ao final, demos um abraço, emocionados, e fui embora.

Eu agradeço a Deus pela minha profissão. Com ela, pude conhecer muitas pessoas, seus dramas e suas vitórias. Aprendi que não devo desconfiar do ser humano. Acreditar no outro, sempre, é o ponto de partida para quem está no ambiente da justiça infanto-juvenil.

E foi isso que se renovou esta semana. A convite do Diário da Região, conheci o ECO Santo Antônio, no bairro de mesmo nome. Um bonito espaço de convivência e atividades de crianças e adolescentes. Os professores ali esbanjam confiança na juventude. Assisti a “dois curtas” sobre preconceito, com finais felizes. Os atores, meninos e meninas da comunidade, autoconfiantes, bonitos. Já indicando que o mundo para eles é para ser vivido com saúde, estudo e otimismo.

Mas há outros frequentadores ainda do “lado de lá”. Nas drogas. A esses, os professores dão o mesmo tratamento. Um “venha pra cá”. Fique perto da gente. Seja um ator de um filme real e de final feliz. Não o da ilusão das drogas e do crime.

Confesso que voltei do ECO com o aprendizado reforçado. Graças aos adultos que ali estavam. Acreditar nesses meninos e meninas. Não perdê-los de vista. Nem mesmo aqueles que estão “do lado de lá”. Ou como escreveu Machado de Assis, “a arte de viver consiste em tirar o maior bem do maior mal”. Que é o que os professores do ECO estão também a fazer.

Valeu!, pessoal do ECO, do Diário. Obrigado pelo presente de Natal. Como disse o cardeal Martini, apesar de tanto absurdo, do mal e das desgraças, o sentido da beleza do humano pervaga, atravessa a criação, a história, e dirá um dia a última palavra. Isto é o que nos move, confiantes. Cabe a nós a missão de fazer com que essa última palavra, de um saboroso alívio, comece a ser balbuciada a partir de agora.

Esse é o espírito deste momento. Um feliz Natal a todos.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso