X
X

Diário da Região

06/11/2015 - 00h00min

artigo

Beisebol em ascensão no Brasil

artigo

NULL NULL
NULL

O beisebol, nos moldes de hoje em dia, nasceu nos Estados Unidos em meados do século 19, sendo também popular em países como Japão, Cuba e Venezuela.

No Brasil, o esporte foi trazido por norte-americanos também em meados do século 19, mas foram os imigrantes japoneses, a partir de 1908, que fizeram a diferença no cenário do beisebol nacional, consolidando o esporte em terras tupiniquins.

Foi graças aos japoneses que em São Paulo, minha terra natal e onde conheci o esporte, foi construído o primeiro campo desta modalidade gerido pela administração pública na América Latina, denominado Estádio Municipal de Beisebol do Bom Retiro, também conhecido como Estádio Mie Nishi, com capacidade para 2.500 pessoas.

Inaugurado em 21 de junho de 1958, é considerado o principal estádio de beisebol nacional, juntamente com o Estádio Takeshi Sugeta, em Londrina (PR) e o Centro de Treinamento Yakult, em Ibiúna.

Por muito tempo, o esporte acabou sendo majoritariamente praticado pelos integrantes da colônia japonesa, porém, nas últimas décadas, principalmente nos últimos anos, o esporte vem ganhando cada vez mais adeptos não descendentes de japoneses e se expande cada vez mais pelo Brasil.

Hoje há praticantes, times e ligas espalhadas em todas as regiões do País (a maior quantidade está nas regiões Sudeste e Sul, onde a imigração japonesa foi mais intensa).

Atualmente, estima-se que mais de 200 clubes atuem nacionalmente, entre confederados e amadores, com mais de 30 mil praticantes do esporte em todo o território nacional.

A CBBS (Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol) é o órgão máximo da modalidade no Brasil, equivalente à CBF no futebol.

Trata-se de um esporte que pode ser praticado por qualquer pessoa interessada, independentemente de sua cor, raça, religião ou peso. Na realidade, para cada tipo físico existem vantagens diferenciadas para cada jogador.

Além do fato de que cada jogador de uma equipe possui papel de grande importância para que seu time conquiste a vitória em cada partida.

É notável que cada vez mais brasileiros se interessem pelo esporte e cada vez mais talentos nacionais são descobertos.

A MLB (Major League Baseball), maior e mais rica liga de beisebol do mundo, está cada vez mais presente no País e, claro, de olho nesses novos craques.

A propósito, nestes últimos dias foi noticiada pelos principais veículos midiáticos do Brasil a presença de um brasileiro no mais novo time campeão de beisebol nos Estados Unidos.

Trata-se de Paulo Orlando, atual jogador do Kansas City Royals. Ele já é o terceiro jogador brasileiro a fazer parte da principal liga do beisebol do mundo, a já mencionada MLB.

Os outros dois são Yan Gomes e André Rienzo, jogadores que também estão se destacando no beisebol americano.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso