X
X

Diário da Região

25/08/2015 - 00h00min

Painel de Ideias

As pedras no caminho

Painel de Ideias

NULL Washington Paracatu
Washington Paracatu

Não se esqueçam da jornada: no meio do caminho tinha pedra. Todos conhecem a expressão coloquial pedra no sapato: maneira fácil que a sabedoria popular encontrou para alusão a problemas, a percalços, às árduas tarefas rotineiras. A frase representa situação, pessoa, matemática, dilema financeiro... Também me encanta a sabedoria mística, sobretudo quando incorporada a provérbio: atire a primeira pedra quem não tiver pecado – telhado de vidro. E sempre existe a simbologia literária. Resta saber como lidamos com a pedra no cotidiano de nossas retinas fatigadas.

Retomo Raul, na célebre Medo da chuva: quantas vezes, por alienação ou escapismo, prostramo-nos como pedras imóveis, deixando-nos ao lado de algo (ou alguém) mesmo sem saber o real sentido de tal permanência? Assumimos nossa covardia por meio de desculpas supostamente válidas: não tenho apoio ou forças para seguir em frente. Tenho de acatar minha sina. É tarde demais.

A narrativa de Sísifo traz uma lição paradoxal de persistência ou de teimosia. No mito, Sísifo usa estratégias ardilosas e ilícitas para alcançar vantagens, sendo punido pelos deuses pela audácia: condenado a rolar uma pedra montanha acima sem jamais completar a tarefa. Quando se encontra perto do topo, a fadiga se faz sentir, e a pedra rola montanha abaixo. Ele tudo recomeça no dia seguinte. Ele não podia fugir a seu destino trágico, mas nós podemos. E queremos?

Outras vezes, por obstinação ou por utopia, arrastamos pedras em nossas existências, mesmo sentindo o atrito do objeto incômodo no espírito, na alma, no pé? Obstinação de quem, motivado pelo ânimo e pela fé, não abandona uma tarefa, uma missão – a luta contra enfermidade, o desejo altruísta, o objetivo esportivo, político. Porém, utopia de quem, motivado pela ambição ou pela cegueira, não abandona desejos que já não fazem mais sentido, antes se revestem de peso morto carregado até o limite da exaustão.

Recordo a épica camoniana: no meio do caminho, tinha uma pedra, o Gigante Adamastor. Um obstáculo monstruoso e trágico com o qual os lusitanos tiveram de lidar a fim de alcançar o novo mundo. O Cabo das Tormentas representa qualquer empecilho que nos impeça de chegar ao lado de lá de nossos desejos. Uma pedra cuja transposição exige de nós a audácia dos marinheiros. Sem coragem, sem apoio, sem preparo, a vida é naufrágio.

Certa vez, um aluno já cansado de lutar contra os vestibulares conseguiu êxito em instituição particular. Acanhado e ridicularizado por outros empedernidos que tentaram diminuir seu mérito (Qualquer um passa lá... – mentirosos cínicos!), ele me perguntou: Devo ir, Wash? Eu contei a ele a narrativa de Sísifo, acrescentando que nem todos são atletas olímpicos ou recebem prêmio Nobel, nem todos alcançam a USP, mas só cabia a ele saber se deixava ou não um sonho (ou uma tormenta?) para trás. Teria sempre meu apoio.

Naquela sala de aula, ele se lembrou de Bob Dylan, em tradução monstruosa e adaptada: sentia-se sem direção, uma pedra que rola, mas foi. Está formado, salva vidas. Quando me encontra, sorri afetuoso e diz: Abandonei uma pedra de utopia para edificar meus sonhos reais. Obrigado, professor. E isso me salva o dia. E você? Quais pedras arrastar? Quais ultrapassar? Só não as atire... Até mais.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso