Diário da Região

13/07/2010 - 00h18min

 

Aloprados persistentes

 

No começo do mês de junho toda a mídia comentou exaustivamente as reuniões de um grupo que tentou montar uma rede de espionagem, onde funcionava um comitê de comunicação da pré-campanha da ex-ministra Dilma Rousseff. O objetivo era inspecionar o candidato à presidência da República José Serra. Os repórteres da revista Veja procuraram saber quem era o responsável pela casa do Lago Azul, em Brasília, local das citadas reuniões, e descobriram. Ele se chama Luiz Lanzetta e é dono da Lanza Comunicações, uma das empresas contratadas pelo PT para coordenar a área de produção dos programas de Dilma Rousseff. Lanzetta nega as intenções, mas não nega que contratou gente da pesada, com experiência em espionagem, ex-agentes de serviços de inteligência, um delegado aposentado da Polícia Federal e até um ex-jornalista que teria conhecidos dotes investigativos (revista Veja, 2/6/10). Sucede que o delegado aposentado, aludido por Lanzetta, é Onézimo de Souza, que foi o indicado para chefiar o grupo da espionagem. Segundo ele, tinha por missão espionar os próprios companheiros do PT, pois havia desconfiança de vazamentos de dados estratégicos do partido. Mas existia algo mais explosivo, ou seja, “Monitorar José Serra, candidato à presidência da República pelo PSDB, e o deputado tucano Marcelo Itagiba, seus familiares e amigos” (revista Veja, 9/6/10). Aí, então, o delegado Onésimo botou a boca na vuvuzela, e disse: “Isso é inaceitável, vocês querem editar o aloprado 2 (dossiê de 2006)”.


Assim, o atual dossiê foi revelado por elementos do próprio grupo já referido e divulgado pela mídia, como já foi dito. O PT interpela José Serra a respeito das denúncias que saíram na imprensa. Mas chega ser risível. O PT comete infrações indecorosas, e quer transformar José Serra em infrator, quando ele e seu partido são vítimas. Ademais, é impressionante a semelhança dos delitos praticados pelo PT. Na eleição de 2006, José Serra concorreu ao governo de São Paulo e tinha como opositor o senador Aloizio Mercadante. Neste pleito eleitoral, petistas aloprados (Lula assim os denominou) foram protagonistas de um dossiê de espionagem contra José Serra, idêntico ao que está ocorrendo nesta eleição de 2010 à presidência da república.Só que agora a antagonista de Serra é Dilma Rousseff, mas a similitude ocorreu até no valor dos pagamentos pelas delinquências. Pois, em 2006, foram flagradas pessoas com R$ 1,7 milhão e até hoje não se sabe a origem daquele dinheiro vil. E agora, o valor do dossiê de 2010 é de R$ 1,6 milhão em dez pagamentos. Contudo, o pagamento não se consumou porque aloprados, menos afoitos e não radicais, temendo serem descobertos, aconselharam os integrantes de a espionagem abortar aquele ignominioso procedimento. Em ambos os casos ninguém foi punido, pois, como sempre, no PT ninguém vê nada, nem sabe de nada, rotina própria de países de corrupção e impunidade. Dossiê é um crime espúrio e torpe, onde se promovem chantagens, extorsões e falsidades. Os seus autores cometem pois, uma desconsideração e desrespeito ao eleitor, um ultraje à democracia e um escárnio à nação.


JOSÉ FROES FILHOAdvogado, ex-presidente da OAB em Rio Preto


Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso