Vendas de chocolates e ovos de Páscoa devem cair 8,2%Ícone de fechar Fechar

RETRAÇÃO

Vendas de chocolates e ovos de Páscoa devem cair 8,2%

Projeção foi feita pela Apas, em comparação com o ano passado; supermercados iniciam promoções de ovos


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A mudança no comportamento dos consumidores diante da pandemia de coronavírus fez a projeção de vendas na Páscoa cair em todo o Estado. Segundo pesquisa da Associação Paulista de Supermercados (APAS), as vendas de chocolates e ovos de Páscoa devem apresentar retração de 8,2% no interior do Estado, em comparação com o ano passado. Antes do início da pandemia, a expectativa de aumento era de 2,2%. "O principal motivo é o contexto econômico atual, onde famílias voltaram seus gastos para produtos básicos, higiene e limpeza", diz a Apas em nota.

Estudante de ciências contábeis, a universitária Laís Barreto acha que os preço dos ovos de Páscoa não condizem com o atual cenário econômico que o País atravessa. "Se fosse em um outro momento, talvez o valor não assustasse tanto", diz. Ela foi com a mãe pesquisar preços para, juntas, presentearem seis crianças. "Esse é um momento especial para elas, por isso estamos fazendo esse esforço. Se não fosse isso, talvez não compraríamos", conta.

Em Rio Preto, muitos supermercados apostam em promoções para tentar atrair os consumidores na última semana antes do domingo de Páscoa, que será celebrado no dia 12.

Nos supermercados Carrefour, ovos de Páscoa e colombas pascais são vendidos com 50% de desconto para clientes que possuem o cartão Carrefour. Em seu site oficial, a rede informa que "todos os descontos e bônus anunciados serão creditados na fatura do Cartão Carrefour em até 70 dias após a compra."

Para atrair os consumidores que deixaram para fazer as compras na última hora, o Super Muffato oferece desconto de até 45%. É o caso do ovo de Páscoa Talento, 350g, que passou de 39,90 para R$ 27,90. Nas compras por meio do site, o Pão de Açúcar está oferecendo desconto de até 60% na compra de um segundo ovo de Páscoa. A promoção se aplica para a maior parte das marcas de ovos de Páscoa como Lacta, Nestlé, Ferrero Rocher e Qualitá.

O Tenda Atacado oferece a possibilidade de parcelamento dos produtos de Páscoa em até três vezes sem juros. A oferta serve para ovos de Páscoa, peixes, azeites, coberturas de chocolate, vinhos e bombons.

Além das promoções, os estabelecimentos apostaram em diferentes estratégias. No Trídico, o estoque para este ano foi menor comparado aos outros anos. "As vendas de ovos de Páscoa estão bem devagar, os consumidores não estão procurando comprar ovos de chocolate neste momento. Este ano as próprias indústrias venderam menos", contou Thiago Henrique Costa, responsável pelo setor de compras.

Apesar do pessimismo do mercado, alguns apostam nas compras de última hora. "Nosso estoque este ano está maior do que no ano passado, compramos mais neste, porque ano passado recebemos pouco. Já vendemos 50% dos produtos, os outros 50% acreditamos que vamos vender durante esta semana", explica o gerente do Atacadão da Zona Norte, Fábio Lopes.

Pesquisa

Nesta terça-feira, o Diário cotou os preços de 66 produtos consumidos na Páscoa em dez supermercados de Rio Preto. A variação total chegou a R$ 719,80.

Para ver tabela de preços de produtos de supermercados e atacarejosClique aqui

A Páscoa está se aproximando e muitos consumidores ainda procuram formas para economizar nos ovos de chocolates e doces típicos da data. Ainda mais neste momento de crise, o consumidor deve ficar atento e procurar pesquisar os preços antes de ir às compras.

Uma boa opção para o consumidor, é comprar os ingredientes e produzir os ovos de chocolate em casa.

A consultora financeira Juliana Batista afirma que existem outras alternativas além do tradicional ovo de Páscoa dos supermercados. "A tradição de presentear com o ovo de Páscoa é uma opção cara, mas para economizar não necessita abandonar a tradição, pode sim buscar alternativas mais econômicas e sustentáveis".

A profissional aconselha os consumidores a estipularem um valor mínimo de compra, para não correrem risco de fugirem do orçamento.

Mas é importante fazer um planejamento e comprar com antecedência para economizar. "Nem sempre é possível achar promoções antes. Contudo, vale a pena se antecipar para não correr o risco de não encontrar algum chocolate específico ou se deparar com produtos quebrados e danificados. Negociar pode ser uma alternativa, caso faça uma encomenda ou consiga conversar direto com a produtor".