Padrasto é preso por matar enteadaÍcone de fechar Fechar

Crime

Padrasto é preso por matar enteada


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Um homem de 36 anos foi preso acusado de assassinar a enteada de 16 anos e de esfaquear a mulher de 36 em Novo Horizonte. Depois disso, ele tentou se matar. O caso ocorreu na noite de terça-feira, 31, após uma briga na casa da família, no bairro Jardim Popular.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o autor, Wagner Donizete Nunes, de 36 anos, teria chegado alterado emocionalmente em casa, começou a brigar com a mulher, que foi defendida pela enteada.

O delegado seccional de Novo Horizonte, Eder Galavotti, afirma que o autor teria primeiro tentando agredir a mulher, mas a enteada entrou no meio e acabou morta ao ser atingida por golpes de faca no rosto e no peito. "Na sequência, a mulher foi esfaqueada nas costas e no rosto. Logo em seguida, ele tentou se matar, cortando o próprio pescoço, mas não morreu e foi socorrido pelos bombeiros", diz.

Quando as viaturas da PM chegaram no local, chamadas por vizinhos, encontraram na sala da casa, a mulher esfaqueada no chão, a adolescente morta caída em cima do sofá, e o agressor estava desmaiado em cima de um colchão".

Durante a madrugada, a mulher e o marido foram submetidos a cirurgia na Santa Casa de Novo Horizonte. Os dois estão em recuperação e ele, internado sob escolta.

O casal não tinha registros policiais de violência doméstica, mas os vizinhos relataram à policia que sempre ocorreram brigas na residência. A Polícia Civil vai pedir prisão preventiva do autor depois que ele receber alta e for enviado para audiência de custódia.