Hora de reforçar a imunidadeÍcone de fechar Fechar

Alimentação Saudável

Hora de reforçar a imunidade

Crie um cardápio para manter longe as doenças, infecções e agentes patológicos


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Com o excesso de chuvas e as quedas mais cedo das temperaturas, principalmente no amanhecer e à noite, começam a surgir os primeiros sintomas de gripes e resfriados e outras doenças típicas dessa época. Manter o sistema imunológico em dia nesse período é uma boa alternativa para se manter longe dessa e de outras doenças ligadas à baixa imunidade.

De modo geral, o sistema imunológico faz um trabalho respeitável de defesa contra micro-organismos causadores de doenças. Mas às vezes falha e um germe consegue invadir com êxito e deixa você doente. Aí você já diz: devo estar com a imunidade baixa.

A imunidade, de maneira simples, consiste num conjunto de mecanismos que defendem o corpo de agentes infecciosos invasores. "A resposta para fortalecer as defesas naturais do organismo pode estar antes mesmo de recorrer a medicamentos, mas na adoção de hábitos saudáveis", explica o nutricionista Leone Gonçalves, especialista em medicina ortomolecular. É aí que entra a alimentação.

"O melhor a fazer é reforçar as defesas do nosso organismo para tentar barrar as ameaças externas. Nos seres humanos, as baixas atividades imunológicas ocorrem quando há desequilíbrios fisiológicos e emocionais", explica o terapeuta quântico Fernando Facinintico, especialista em saúde integral.

Cansaço excessivo, resfriados de longa duração e perda de peso são algumas consequências geradas pela imunidade baixa, quando as defesas do organismo estão comprometidas e não conseguem barrar vírus, bactérias, fungos e parasitas. Ter uma alimentação saudável e balanceada, com a presença de vitaminas e minerais, é essencial para aumentar a imunidade e prevenir doenças. É preciso haver um equilíbrio, com pratos coloridos, que explorem todos os macro e micronutrientes, consumidos em várias refeições durante o dia, em alimentos de boa procedência", afirma a nutricionista Thais Brito.

"É importante ainda diminuir o consumo de fontes de gordura, açúcar e produtos industrializados", diz a nutricionista Tatiane Zanin. E complementa: "seguir um estilo de vida saudável também é uma das melhores estratégias para manter o sistema natural de defesa do corpo sempre forte e eficiente", complementa Thais. Aposte no equilíbrio, com pratos coloridos, que explorem todos os macro e micronutrientes, consumidos em várias refeições durante o dia e em alimentos de boa procedência.

Conheça uma lista de alimentos que vão dar uma força extra ao seu sistema imunológico. Além deles, aposte também em complementos alimentares como ômega-3, lactobacilos e fibras alimentares. "Seja em cápsulas ou na forma de chás, a cúrcuma, a maca peruana, a equinácea, o ginseng, o gingko biloba, astragalus, anis estrelado e a erva moura também são aliados de peso na construção da saúde", diz Facinintico.

Alho: Possui selênio, zinco e alicina, substâncias importantes para evitar gripes, resfriados, inflamações e infecções;

Beterraba: Com alto teor de potássio, auxilia no controle da pressão arterial e ajuda a fortalecer a imunidade e combater os efeitos do envelhecimento com a vitamina C;

Carnes: Possuem aminoácidos, vitamina B12, ferro e zinco, que trazem benefícios para a imunidade quando consumidos na quantidade certa;

Castanhas: São ricas em selênio, zinco e vitamina E, que potencializa o sistema imunológico por conter linfócitos B, que produzem anticorpos no organismo;

Cebola: É um anti-inflamatório natural; traz sabor aos alimentos e ajuda a reduzir o sódio e a quantidade de sal na comida. A cebola ainda atua na maior absorção de nutrientes, como o cálcio, essencial para os ossos;

Cogumelo shitake: É rico em lentinano, substância que aumenta a produção das células de defesa. Também possui fibras, que ajudam a saciar a fome;

Frutas cítricas: Laranja, tangerina, acerola, limão, morango e kiwi são ricos em vitamina C, que é antioxidante, promove resistência a infecções respiratórias e gripes e ajuda na absorção dos nutrientes presentes em outros alimentos;

Gengibre: Possui importante ação bactericida e auxilia principalmente nas infecções de garganta. Rico em antioxidantes e com boas doses de vitamina B6 e C, é um dos melhores fortalecedores do sistema imunológico;

Iogurte natural: Possui lactobacilos com propriedades probióticas, que são bactérias boas. Elas atuam na melhora da flora intestinal e fortalecem o sistema imunológico;

Vegetais verde-escuros: Exemplos como brócolis, couve, espinafre e rúcula são fontes de ferro, ácido fólico, antioxidantes e vitaminas A, B6 e B12, que atuam na maturação das células imunes, potencializando o sistema imunológico e protegendo contra diversas doenças.

Fonte: Thais Brito, nutricionista