Hora de deixar para trásÍcone de fechar Fechar

Saúde Emocional

Hora de deixar para trás

Você não precisa mais conviver com situações que não tolera


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Raro encontrar quem não tenha tolerado muitas coisas ao longo da vida. Algumas, toleramos porque não tem jeito. Um professor intransigente, o trânsito engarrafado, tarifas abusivas. Porém, há também o que toleramos mesmo quando não devíamos. Muitas vezes estamos tão acostumados a "engolir alguns sapos" que sequer nos damos conta do impacto negativo que essas coisas geram em nossas vidas. Está na hora de mudar esse comportamento; se associar a pessoas e lugares que te fazem bem e gerem uma vida potencialmente nova.

Nós também devemos procurar por portas que nos permitam dar passagem para avançar para o próximo nível de vida otimizada. Nossas tolerâncias são como ervas daninhas que crescem, impedindo a abertura desse novo caminho. Arranque-as e viva uma vida mais leve.

 

Ser infeliz no trabalho: Você passa quase metade da sua vida no trabalho. Se você está infeliz, pense se vale realmente a pena continuar nessa condição. Pense no impacto que isso gera perante seu bem-estar emocional, sua saúde e seus relacionamentos. "O trabalho passou a ocupar um espaço tão grande na nossa vida que quando ele não vai bem, o resto todo também não vai", defende o jornalista Alexandre Ribeiro, autor do livro "Felicidade S.A." (Arquipélago Editorial). Pare para pensar nas oportunidades que pode estar perdendo ao deixar de fazer as coisas de que gosta. Não se contente em viver assim para sempre;

Ter um estilo de vida doente: Levar um estilo de vida doente te leva à infelicidade. Uma vez que você se sente mal e aparenta estar mal, não consegue desfrutar da vida. Só temos uma vida e nosso corpo é nosso templo sagrado. Cuide dele agora mesmo. Comportamentos comuns à vida contemporânea como o sedentarismo, estresse, alimentação inadequada, consumo de álcool ou cigarro desencadeiam doenças crônicas que prejudicam a qualidade de vida e podem levar à morte. "Essas doenças crônicas podem ser evitadas ou até mesmo revertidas com pequenas mudanças de rotina dentro dos quatro pilares da vida saudável. Ninguém fica doente de repente, ninguém engorda de repente, tudo é um resultado de nossas escolhas", explica o endocrinologista Filippo Pedrinola.

Relações que sugam sua energia: Se você vive cercado no dia a dia por pessoas que drenam suas forças, está na hora de se afastar. Essas pessoas estão sempre prontas para dar uma notícia ruim, falam mal dos outros; acham que tudo vai dar errado. Avalie se vale o impacto negativo que relações assim geram em sua vida. Quando todos os recursos se esgotarem e não houver harmonia com a pessoa geradora de energia nociva, a terapeuta holística Vânia Medeiros recomenda o afastamento;

Viver em ambientes bagunçados: O ambiente no qual você vive é um reflexo de quem você é. A especialista em motivação e organização Gail Blanke explica no livro "Jogue Fora 50 Coisas - Livre-se da bagunça, simplifique seu dia a dia e torne sua vida mais feliz" (Ed. Ediouro) que tanto o lixo material como o lixo mental não são tão inofensivos quanto parecem ser e que temos que celebrar a importância do ato de jogar as coisas fora em nossas vidas. Seu espaço deve refletir a mesma alegria, ordem e paz que tanto quer em sua vida. "Temos de reconhecer a importância do que proporciona o ato de jogar as coisas fora e a conquista ou sensação de leveza que isso traz", diz Gail.

Viver fora da sua integridade: Você vive de acordo com seus valores e é fiel a você mesmo? "Quando fazemos alguma coisa que achamos não estar correta, nos deixamos levar pelas circunstâncias, estamos sendo não só incoerentes como estamos abrindo mão da nossa integridade. Só que essas atitudes permanecem em nosso pensamento, gerando angústia e culpa", diz o escritor Anderson Cavalcante. Viver ou agir fora de sua integridade provoca uma perturbação em sua alma e sua mente.