Companhias Gol e Azul fazem corte drástico em oferta de voos Diário da Região - Geral

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 31 min 17
25/03/2020 - 00h30min

CRISE AÉREA

Companhias Gol e Azul fazem corte drástico em oferta de voos

As companhias aéreas Gol e Azul anunciaram nesta terça-feira, 24, novas medidas para fazer frente à queda na demanda de passageiros em razão da pandemia de covid-19, com drástico corte na oferta de voos.

A Gol anunciou que reduziu a oferta de voos em aproximadamente 92% no mercado doméstico e que vai parar de operar nos mercados internacionais entre o período de 28 de março a 3 de maio, com suspensão de todas as operações regionais e internacionais regulares.

"Enquanto os brasileiros adotarem um comportamento responsável de isolamento social e evitarem viagens, a Gol manterá uma malha essencial de 50 voos diários entre o Aeroporto Internacional de São Paulo em Guarulhos e as demais 26 capitais", afirmou a companhia.

De acordo com a Gol, a oferta de serviços será ajustada conforme a demanda específica dessas capitais e voos extras ocorrerão conforme a necessidade para destinos regionais e internacionais. O tempo limite das conexões será flexibilizado para assegurar a interligação entre capitais em até 24 horas.

Na mesma direção, a Azul comunicou que entre esta quarta, 25, e 30 de abril espera operar 70 voos diretos por dia, para 25 cidades, o que representa uma redução de 90% de sua capacidade total.

"As medidas de contenção e quarentena que estão sendo implementadas em todo o país estão limitando significativamente a mobilidade de nossos clientes, tripulantes e parceiros, o que torna inviável a operação de várias rotas que servimos", disse a Azul.

O setor aéreo no mundo todo vem sofrendo mais recentemente em razão da série de medidas de restrição de circulação de pessoas decorrente da rápida disseminação do novo coronavírus.

Em carta aberta ao presidente Jair Bolsonaro, oito entidades da indústria nacional de turismo afirmam que as taxas de cancelamento de viagens já ultrapassam 85% no mês de março. Um ano antes, o setor havia obtido faturamento de R$ 19,2 bilhões em março.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.