Como ficamos agora, torcedores? Diário da Região - Painel de Ideias

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 31 min 18
26/03/2020 - 00h30min

Painel de Ideias

Como ficamos agora, torcedores?

Enquanto os alemães seguem mostrando como vencer a Covid-19 e proteger a sua economia, o Brasil faz o oposto. Por aqui, o vírus avança, massacrando os mais pobres e os trabalhadores afetados pelo fechamento do comércio e pela suspensão dos eventos culturais

Divulgação Fernando Aparecido Poiana | fernando_poiana@hotmail.com
Fernando Aparecido Poiana | [email protected]

Os efeitos do pensamento positivo, da torcida favorável, quando aplicados à criação e execução de políticas públicas, são sempre desastrosamente superestimados. Não há torcida favorável que derrote a irresponsabilidade de um governante mentecapto. Usando uma analogia esportiva, quando o time é péssimo, e o seu técnico é visivelmente incapaz de traçar uma estratégia de jogo inteligente, a torcida, por organizada e fervorosa que seja, não pode entrar em campo e fazer o papel dos atletas que a representam. A lavada alemã sobre o time brasileiro em 2014 é prova disso. Na ocasião, não faltou otimismo e vontade de vencer aos torcedores. Faltou o resto.

Recentemente, tomamos outra lavada dos alemães. Dessa vez, a surra foi no campo político, precisamente na capacidade de criar medidas públicas para proteger a produção cultural e evitar que o país empobreça econômica e simbolicamente. "Alemanha promete assistência financeira a artistas afetados por cancelamentos", artigo publicado no dia 15/03/2020 no jornal O Globo, escancara, para bons leitores, o tamanho da nossa inépcia diante da urna. O artigo fala que "o ministério da cultura do país prometeu assistência financeira a instituições de arte que enfrentam incertezas em meio a queda no turismo e na economia provocada pela série de restrições a eventos com elevada concentração de pessoas". Como diz a ministra Monika Grütters, "[e]stou ciente de que essa situação coloca um grande fardo para as indústrias culturais e criativas e pode causar angústia considerável, especialmente para instituições menores e artistas independentes", completando que "[a] cultura não é apenas um luxo que se entrega durante os bons tempos".

Não é de hoje que os alemães sabem que a produção cultural é essencial para o país. Eles sabem que valorizar e ouvir artistas e pensadores é saudável para a economia e para o espírito dos cidadãos, que se tornam, inclusive, simbolicamente melhor equipados para lidar com situações extremas, como a de agora. Pena que o atual governo brasileiro, filho legítimo da imbecilidade cultuada e de uma seleção política muito malfeita, é atrasado e não compartilha da visão alemã. Com isso, perdemos todos, torcedores fanáticos ou analistas perspicazes e céticos.

Enquanto os alemães seguem mostrando como vencer a Covid-19 e proteger a sua economia, o Brasil faz o oposto. Por aqui, o vírus avança, massacrando os mais pobres e os trabalhadores afetados pelo fechamento do comércio e pela suspensão dos eventos culturais. Ao mesmo tempo, o führer dos trópicos segue atacando jornalistas, cientistas e artistas, minimizando a pandemia, desautorizando seu ministro da saúde e inflamando a sua claque. Tudo isso enquanto edita e revoga medidas provisórias desastrosas com a mesma expertise com que veste máscaras cirúrgicas. Com esse "líder" que não pode ser acusado de competência, alguém duvida que vamos tomar outra sova?

FERNANDO APARECIDO POIANA, Professor de língua inglesa e músico em Rio Preto. Escreve quinzenalmente neste espaço às quintas-feiras

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.