Marcondes recua e fala em tentar reeleição Diário da Região - Coluna do Diário

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 31 min 16
25/03/2020 - 00h30min

COLUNA DO DIÁRIO

Marcondes recua e fala em tentar reeleição

Atual cenário político em Rio Preto indica que vereador Fábio Marcondes deverá permanecer no atual partido

Divulgação Fábio Marcondes participou de reuniões com Rodrigo Garcia em São Paulo em busca de apoio
Fábio Marcondes participou de reuniões com Rodrigo Garcia em São Paulo em busca de apoio

Após passar meses repetindo como um mantra que não disputaria a reeleição em outubro, o vereador Fábio Marcondes (PL) mudou de postura e não tem mais convicção de sua decisão e, pela primeira vez, admitiu que pode recuar da sua decisão. E o atual cenário impõe ao parlamentar mais um revés, ou seja, de permanecer na sua legenda atual e abandonar a ideia de migrar para o DEM capitaneado pelo vice-governador Rodrigo Garcia. "Diante do atual cenário existe a possibilidade de sair a vereador", disse à Coluna na segunda-feira, 23.

Marcondes recebeu aval para permanecer na Câmara em mensagens do grupo de WhatsApp que reúne os pré-candidatos a vereador do PL. A intenção inicial dele, no entanto, era disputar a Prefeitura de Rio Preto pelo DEM com o apoio de Rodrigo.

O vereador do PL não conseguiu fazer decolar o seu projeto pessoal e, agora, é obrigado a recuar para tentar, eventualmente, viabilizar o seu nome como vice em chapa a ser encabeçada pelo ex-deputado estadual Orlando Bolçone, que deve deixar o PSB do ex-prefeito Valdomiro Lopes , e se filiar no DEM.

O partidário de Marcondes no Legislativo, Anderson Branco (PL), acredita que a mudança de plano reforça a legenda na disputa por cadeiras na Casa. Ele, inclusive, acredita que o PL pode eleger ao menos três parlamentares.

"Creio que ele pode ajudar a nossa chapa. Não sei se terá a mesma votação da última eleição, mas nos ajudaria", disse Branco.

Na eleição de 2016, Marcondes registrou 8.096 votos, quando foi acusado de manter um suposto esquema de compra de votos. A Justiça, no entanto, suspendeu as provas colhidas na investigação da Polícia Federal.

Nesta terça-feira, 24, Marcondes disse que não comentaria "estratégia política". Em nota, ele disse que Rodrigo Garcia busca "resolução para soluções em atendimento de saúde e respaldo econômico, apaziguando a situação no Estado de São Paulo".

 

Notas

Arquivo/EBC Ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsável por analisar o pedido
Ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsável por analisar o pedido

Precoce

Bombardeada por questionamentos sobre adiamento da eleição prevista para outubro, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, divulgou comunicado do órgão. Segundo a ministra do TSE, é "precoce" falar sobre adiamento da eleição. "Entendo cuidar-se de debate precoce". A ministra lembrou ainda que as datas são previstas em lei. Ou seja, por ora, para alterar datas é preciso que o Congresso aprove lei que prorroga os mandatos.

Redução

O deputado estadual Arthur do Val, conhecido como "Mamãe falei", fez ao governador João Doria (PSDB) indicação para que se reduza momentaneamente a até R$ 5 mil o salário de todos os funcionários públicos do Estado, incluindo políticos. Os recursos provenientes da economia seriam destinados ao combate da pandemia da Covid-19.

Isenção

O vereador Jean Dornelas (sem partido) solicitou ao prefeito Edinho Araújo isenção do IPTU para contribuintes que recebem até dois salários mínimos.

Curtas

Aposta alta - O vereador Marco Rillo ao justificar a sua saída do PT afirmou que a militância do partido está "meio envelhecida". Agora no PSOL comandado pelo seu filho ex-deputado estadual João Paulo , Rillo disse que os petistas não vão conseguir montar uma chapa de vereadores competitiva. O PT diz que vai dar a volta por cima. Já o vereador afirma que a sua nova legenda vai eleger ao menos dois parlamentares na eleição de outubro.

Em casa - Tanto a Justiça quanto o Ministério Público baixaram novas normas de atendimento em meio à pandemia do coronavírus. Nova portaria do Tribunal de Justiça determina que juízes e todos funcionários de fóruns realizem serviço em casa. As decisões de magistrados agora adotam este modelo. Na última semana, o judiciário já havia determinado sistema de plantão, com revezamento de juízes e promotores para casos de urgência.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.