Com Série B ainda incerta, América traz dois reforçosÍcone de fechar Fechar

AMÉRICA REFORÇADO

Com Série B ainda incerta, América traz dois reforços

Ainda sob a atmosfera de incerteza quanto ao início da Quarta Divisão do Paulista, por conta do coronavírus, Rubro acerta com volante Clayton e meia Giancarlo, totalizando nove reforços


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Mesmo com as incertezas sobre a disputa do Campeonato Paulista da Quarta Divisão por conta da pandemia do coronavírus, o América confirmou nesta segunda-feira, 16, a contratação de mais dois jogadores para o time do técnico Pinho. O volante Clayton e o meia-atacante Giancarlo chegam emprestados pelo Bahia. Nesta segunda-feira, 16, depois de definir a paralisação dos Paulistas A-1, A-2 e A-3, a entidade informou que: "todas as demais competições que ainda não começaram estão suspensas, sem previsão de nova data de início. Esta medida engloba os campeonatos masculinos, femininos e de base."

Nesta segunda, antes de iniciar a semana de trabalhos, Pinho reservou um tempo do bate-papo com os jogadores para falar sobre o coronavírus e cobrar atitudes após a derrota por 3 a 2 para o Tanabi, em jogo-treino da última semana. "Continuamos trabalhando, precisamos fazer alguns testes, mas pedi para os jogadores tomarem cuidado, lavarem bem as mãos e cada um usar seu copo", comentou o treinador de 75 anos e que está no grupo de risco para a doença.

O Rubro estrearia em 19 abril, contra o Grêmio São-carlense, às 10 horas, em São Carlos. Até o expediente da FPF, com 121 funcionários, será em sistema home-office. "A preocupação é do mundo todo. Temos que falar sobre isso. Fui entender sobre o assunto e pedi para tomarem cuidado", afirmou Pinho.

Giancarlo Gonçalves tem 20 anos e está nos categorias de base do Bahia desde setembro de 2018. Estava no sub-23, mas como não era utilizado veio para o Rubro. "Estava lá como atacante, aqui nos treinos ajudei como meia, mas gosto de estar com a bola e no setor em que ela estiver. Tenho bastante velocidade e drible", disse.

Sem nunca ter jogado em outra equipe, o reforço terá que se adaptar às dificuldades da última divisão do estado. "Antes de vir dei uma pesquisada e vi que é um torneio muito disputado, com vários jogos e com visibilidade", acrescentou.

Na marcação, Clayton Monteiro, 21, também viverá sua primeira experiência fora do estado. Ele joga no Bahia desde o sub-14. "Marco bem, mas também gosto de chegar e ter presença na área. Tenho bom passe longo e no Bahia estava jogando como primeiro volante", declarou o atleta. "Pesquisei sobre o América e vi que tem uma história grande e bonita. Vim com o pensamento de fazer voltar a ser o que era."

Pinho e o auxiliar-técnico Odirlei Maurer têm sido cautelosos na hora das contratações. Além dos dois últimos reforços, o elenco americano conta até o momento com o goleiro Lucas, os zagueiros Rodrigo e Maycon, os meias Kevin e Wilker e os atacantes Caio e Robert Berré.