Noite terrível do Jacaré em OsascoÍcone de fechar Fechar

PAULISTA A-3

Noite terrível do Jacaré em Osasco

Equipe de Carlos Rossi volta a jogar no dia 21, em casa, contra o Capivariano


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A sexta-feira, 13, foi de terror para o Rio Preto jogando contra o Grêmio Osasco, no estádio José Liberatti, na Grande São Paulo. O time do técnico Carlos Rossi foi derrotado por 2 a 0 pelo Osasco, então na zona da degola à Quarta Divisão, e desperdiçou a oportunidade de voltar à zona de classificação às quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-3. Com 13 pontos, o Jacaré deve perder postos com a conclusão da 11ª rodada, enquanto o Osasco chegou aos 12 pontos e deixou provisoriamente a zona de risco.

O Rio Preto teve inúmeras chances de abrir o placar na primeira etapa, mas quando não parou no goleiro Charles faltou melhor pontaria. Aos 7 minutos, Gabriel Barcos chutou para fácil defesa. Aos 13 minutos, Iago Pereira, da entrada, buscou o canto esquerdo e o goleiro mandou em escanteio. Três minutos depois, Thiaguinho chutou em cima do goleiro rival.

Em falta aos 27 minutos, Charles socou para fora a cobrança de Iago Pereira. Em seguida, Thiaguinho teve outra chance, mas chutou em cima da marcação. O goleiro, aos 35, pegou a finalização de Iago Martins de fora da área.

Mas o gol mais perdido na etapa inicial foi do time da casa, com Kaíque. Na jogada em velocidade pela esquerda, ele fechou na segunda trave e teve a chance de chapar a bola com o pé direito para o gol, porém, de dentro da pequena área, errou o alvo.

Ainda no primeiro tempo, o zagueiro Bruno Miguel cabeceou sobre o gol, Beto chutou por cima e Rafael Cursino, na finalização e no rebote atirou fraco para defesas do goleiro.

Na segunda etapa, a iniciativa e postura ofensiva foram todas do Osasco, que contou com a falha do goleiro Ramon para abrir o placar. Na jogada pela direita, Kaíque avançou e bateu cruzado. O goleiro do Jacaré soltou a bola nos pés de João Pedro, que fez 1 a 0.

O Jacaré sentiu o golpe e o técnico Carlos Rossi tentou dar novo ânimo ao time com Hugo Rodrigues no lugar de Iago Pereira. Willian também foi para o jogo no lugar de Iago Martins, mas nada de o Jacaré ameaçar o goleiro Charles.

E noutra trapalhada do sistema defensivo, o segundo gol do time de Osasco definiria a partida. Na jogada em velocidade pela direita, a bola foi cruzada na linha da pequena área, Ramon deitou para defender, mas foi atingido pelo seu parceiro Bruno Miguel, que vinha na cobertura, e sequer chegou na bola, que sobrou para Vinícius Paiva, sozinho, empurrar para o gol: 2 a 0 Osasco.

Gabriel Barcos dominou no peito na grande área, mas chutou por cima do gol. Willian teve chance de descontar aos 35, mas finalizou em cima do goleiro Charles. E o jogo terminou mesmo com a derrota esmeraldina e a volta ao G-8 do A-3 adiada.

Agora, o Jacaré tem a semana cheia de trabalho para receber o Capivariano, no sábado, dia 21, às 16 horas, no estádio Anísio Haddad. Com 15 pontos, o time de Capivari abriu a rodada na quinta posição. O Grêmio Osasco duela no mesmo dia, contra o Marília, na casa do adversário.

 

GRÊMIO OSASCO - 2

Charles; Rodrigo, Caio Tallarico, Thiago e Vinícius Teodoro; Gabriel Tonini (Léo Vitor), João Góes (Gustavo Barbosa) e Bruno Felipe; Kaíque (Abeny), João Pedro e Vinícius Paiva. Técnico: Leonardo Vitorino.

RIO PRETO - 0

Ramon; Rafael Cursino, Bruno Miguel, Téssio e Assolan; Fábio Pepê (Rodolfo), Iago Pereira (Hugo Rodrigues) e Beto; Thiaguinho, Iago Martins (Willian) e Gabriel Barcos. Técnico:Carlos Rossi.

Gols: João Pedro aos 7 e Vinícius Paiva aos 32 minutos do 2º tempo. Árbitro: Gustavo Holanda de Souza. Renda e público: não divulgados. Local: estádio José Liberatti, em Osasco, na noite da sexta-feira, 13.