Coronavírus pode provocar uma reforma no futebol mundial Diário da Região - Futebol Internacional

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 31 min 17
24/03/2020 - 00h30min

Para presidente da Fifa

Coronavírus pode provocar uma reforma no futebol mundial

A pandemia do novo coronavírus está causando enormes consequências no futebol mundial. Praticamente todo o planeta está paralisado e a situação pode piorar, segundo o presidente da Fifa, o suíço Gianni Infantino. Nesta segunda-feira, em entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport, o dirigente explicou que o momento pode ser propício para uma reforma global.

"Precisamos estudar o impacto global dessa crise. Agora é difícil, não sabemos quando voltaremos à normalidade. Mas vamos olhar as oportunidades. Talvez possamos reformar o futebol mundial dando um passo atrás. Com diferentes formatos. Menos torneios, porém mais interessantes", disse Infantino.

O presidente da Fifa, que completa 50 anos de idade nesta segunda-feira, avisou que o mundo do futebol deve se preparar para o pior, mas que a entidade fará de tudo para ajudar. "Todos teremos de fazer sacrifícios. Saúde primeiro e depois tudo o mais. É esperar o melhor e se preparar para o pior. Sem pânico. As Federações e Ligas devem seguir as recomendações dos governos", afirmou o dirigente, que prepara uma ajuda a clubes e federações com o impacto econômico que o coronavírus traz com suspensões e paralisações de campeonatos.

Infantino destacou ainda a colaboração da Fifa com a Uefa e a Conmebol. "Mostramos um espírito de cooperação e solidariedade com a Europa e a América do Sul (em alusão aos adiamentos para 2021 da Eurocopa e da Copa América). Agora temos que pensar no momento dos clubes e nas decisões sobre a regulamentação do status dos jogadores e transferências", completou.

Espanha paralisa

A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF, na sigla em espanhol) e a LaLiga, empresa que organiza as competições, anunciaram nesta segunda, após uma reunião em Madri, a suspensão por tempo indeterminado do futebol no país. Por meio de um comunicado oficial, as entidades afirmaram que o futebol não será retomado até que o governo espanhol diga que é seguro fazê-lo. No último dia 13, as competições foram suspensas por duas rodadas, mas agora não há prazo para retorno.

A Espanha é o segundo país da Europa com mais casos do novo coronavírus - mais de 33 mil infectados e mais de 2 mil mortos.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.