Santos bate Delfín e vence a 2ª no Grupo G Diário da Região - Futebol Nacional

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 33 min 20
11/03/2020 - 00h30min

Sem torcida na Vila

Santos bate Delfín e vence a 2ª no Grupo G

Ivan Storti/Santos FC Zagueiro Lucas Veríssimo comemora gol da vitória santista
Zagueiro Lucas Veríssimo comemora gol da vitória santista

O técnico Jesualdo Ferreira pediu tempo para trabalhar e, três partidas depois, comprovou que ter paciência pode ser uma grande virtude. O Santos venceu o terceiro jogo consecutivo sob o comando do português ao superar o Delfín, do Equador, por 1 a 0, nesta terça-feira, 10, sem presença de torcedores na Vila Belmiro, e deu um passo importante para se garantir nas oitavas de final da Copa Libertadores.

A equipe alvinegra chega aos seis pontos em dois jogos no Grupo G e atua novamente em casa na próxima rodada, quando recebe o Olímpia, do Paraguai, na Vila Belmiro, no dia 17 de março. Os paraguaios, que empataram com o Delfín na estreia, enfrentam o Defensa y Justicia, da Argentina, nesta quarta-feira, em Assunção.

Talvez pela ausência da torcida, o Santos começou o jogo em ritmo lento. A equipe de Jesualdo até ficava de posse da bola (66%), mas demorava muito para escolher suas ações ofensivas, o que permitia ao Delfín se posicionar defensivamente. A marcação também era pouco agressiva.

Neste cenário, o Santos dependia de uma falha individual para marcar o gol. E foi o que aconteceu aos 29 minutos, quando o goleiro do Delfín permitiu ao time de Jesualdo abrir o placar. Sánchez cobrou falta na área e o zagueiro Lucas Veríssimo, de 1,89m, ganhou de Alain Baroja, de 1,83m, pelo alto e fez de cabeça.

O gol desmontou o ferrolho do Delfín. Ainda no primeiro tempo, o Santos criou mais duas boas oportunidades em chutes de Pituca e Sánchez, mas Baroja se recuperou da falha e com excelente defesas. Mesmo sem muito brilho, o time de Jesualdo finalizou dez vezes na etapa inicial.

O Santos voltou para o segundo tempo com Yuri Alberto no lugar de Kaio Jorge e, com 12 minutos, Jesualdo trocou ainda Sasha por Arthur Gomes. O Delfín adiantou suas peças para ocupar mais o campo de ataque. A equipe de Jesualdo demorou um pouco para mudar de postura, mas, quando o fez, teve novamente o domínio das ações.

Ficha técnica

SANTOS - 1

Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson, Diego Pituca e Sánchez (Evandro); Soteldo, Eduardo Sasha (Arthur Gomes) e Kaio Jorge (Yuri Alberto). Técnico: Jesualdo Ferreira.

DELFÍN - 0

Baroja; González, Cangá, Agustín Ale e Geovanny Nazareno; Noboa, Calderón (Benítez), Alaníz e Janner Corozo (Valencia); Rojas (Cifuente) e Carlos Garcês. Técnico: Carlos Ischia.

Gol: Lucas Veríssimo aos 29 minutos do 1º tempo. Árbitro: Kevin Ortega (Peru). Renda e público: Portões fechados. Local: estádio da Vila Belmiro, em Santos, na noite de terça, 10.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.