Grupo Austa e Hospital Care fecham negócio Diário da Região - Rio Preto e região

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 33 min 21
16/03/2020 - 17h16min

SAÚDE

Grupo Austa e Hospital Care fecham negócio

Holding administradora de serviços de saúde comprou 60% do grupo rio-pretense, se tornando acionista majoritária; valores não foram divulgados porque negócio precisa ser aprovado pelo Cade e pela ANS

Divulgação Negócio ainda precisa ser aprovado: não há previsão de demissões de funcionários
Negócio ainda precisa ser aprovado: não há previsão de demissões de funcionários

O Grupo Austa e a Hospital Care acabam de confirmar a parceria de negócio entre os dois grupos da área de saúde. Sem mencionar números, o médico Mário Jabur Filho, presidente do grupo rio-pretense, informou que 60% do grupo foi comprado pela holding administradora de serviços de saúde que tem atuação em quatro cidades brasileiras. Os valores não foram divulgados porque o negócio precisa da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para ser concretizado. O processo deve levar cerca de quatro meses.

Segundo Rogério Melzi, executivo do grupo Hospital Care, que pertence à gestora Crescera e aos fundos Santa Maria e Abaporu, o que se prevê são investimentos nas instalações do Austa. “O objetivo é expandir. Faremos uma reforma significativa na hotelaria do hospital, aquisição de novos equipamentos e implantação de novas tecnologias”, disse.

Os representantes dos dois grupos foram enfáticos ao dizer que não há previsão de demissões de funcionários, numa tentativa de conter os boatos que tomam conta de movimentações dessa ordem. A expectativa, inclusive, é de contratações. Quanto a beneficiários do plano de saúde e clientes, nada muda. “Vamos construir um plano conjunto para informar, em detalhes, o que estamos planejado”, disse Melzi.

Segundo Jabur, o valor do negócio foi considerado adequado, dentro do necessário para manter o DNA do grupo e melhorar o padrão dos serviços já prestados. “O que faremos será um aprimoramento e depois de passar esse momento conturbado (ao se referir ao coronavírus) e depois de o projeto aprovado pelo Cade e ANS, vamos apresentar o que será investido na cidade”, afirmou.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.