Coronavírus impõe cancelamentos e põe a cultura em quarentenaÍcone de fechar Fechar

#CANCELADO

Coronavírus impõe cancelamentos e põe a cultura em quarentena

Estreias de cinema adiadas, espetáculos cancelados, museus e centros culturais fechados; em Rio Preto, diversos eventos e ações culturais estão sendo suspensos como forma de evitar o avanço de coronavírus


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A vida cultural de Rio Preto foi colocada em quarentena como uma estratégia para barrar o avanço de coronavírus. Desde o fim de semana, festas, shows e eventos foram suspensos ou tiveram sua data de realização adiada, afetando a programação de muitos moradores. Na manhã desta segunda-feira, 18, entidades públicas, instituições particulares e privadas anunciaram o cancelamento de eventos culturais e outras atividades que possam provocar aglomerações.

As ações seguem a sugestão feita pelo Ministério da Saúde de cancelar ou adiar eventos com grande participação de pessoas. Também para evitar a transmissão do vírus, o Governo do Estado de São Paulo orientou a suspensão de eventos públicos com mais de 500 participantes, além do fechamento de museus, centros culturais e salas de cinema pelo período de 30 dias.

Já no sábado, 14, os efeitos da pandemia passaram a ser sentidos na vida dos rio-pretenses. Foi por meio das redes sociais que a cantora Lexa anunciou que não faria o show na cidade, programado para a noite de sábado. A apresentação seria realizada na boate Mixed Club.

Em nota divulgada pela Ferrattry Empreendimentos Artísticos e a Kondzilla Records, empresas que agenciam a cantora, a decisão foi tomada em prol da segurança da população. "Dessa forma, cumpriremos com nosso papel como cidadãos e contribuiremos de alguma forma com a sociedade em geral, evitando, assim, qualquer transmissão e exposições ao risco", dizia o comunicado.

No mesmo dia, os organizadores da 31ª edição da Festa do Milho de Jaci anunciaram a suspensão do evento, que seria realizado entre os dias 29 de março e 5 de abril. "Nós somos uma instituição que trabalha a serviço da vida. A gente não pode, sob hipótese alguma, perder esse princípio e esse carisma", disse o frei Francisco Belotti, superintendente da Associação e Fraternidade Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus. Todos os anos, a Festa do Milho recebe um público de cerca de 100 mil pessoas de diversos municípios da região.

No sábado, a festa Ressaca de Carnaval, organizada pelo bloco Samba Cedrus, foi cancelada. O show e o corte do bolo em comemoração ao aniversário de 168 anos de Rio Preto também não serão realizados. 

Seguindo as orientações da Secretaria de Saúde, a Secretaria de Cultura de Rio Preto anunciou o fechamento dos museus e bibliotecas municipais, do Centro Cultural, do Teatro Nelson Castro, além dos núcleos culturais do município. A ação vale pelo período de 30 dias, a partir desta terça-feira, 17. O Arquivo Público também ficará fechado para consultas individuais.

Também ficarão suspensas as sessões do Projeto A Hora do Conto, que acontecem na Biblioteca Municipal Dr. Fernando Costa e que reúnem turmas de escolas da rede da pública e instituições para contações de histórias.

Desde ontem, o Sesi Rio Preto suspendeu todas suas atividades culturais programadas para o mês de março. Entre elas estão o espetáculo "O Velho da Orta", que estava previsto para ser apresentado nos dias 20 e 21, e a exposição "Espaços Compartilhados da Imagem", que entraria em exibição no dia 20 de março. O Sesi também estuda suspender temporariamente os cursos de iniciação e aprimoramento de artes cênicas.

"Para que sejam evitadas grandes aglomerações de pessoas, toda a programação cultural do Sesi São José do Rio Preto estará suspensa por tempo indeterminado como uma medida de precaução, tendo em vista o aumento de casos do coronavírus no País", explicou Marcos Rogerio Kapp, diretor do Sesi Rio Preto. Ele ainda destacou que as unidades do Sesi no Estado estão avaliando novas medidas possíveis.

Toda a programação do Sesc Rio Preto foi cancelada entre os dias 17 e 31 de março, informou a assessoria de imprensa. No domingo, 15, a piscina já havia sido fechada para o público. Entre as ações que estavam previstas no período estavam o show com a banda Paulo Zinner Rockestra, no dia 18, e a programação do projeto Literagorda, que previa a realização de oficinas, bate-papo, espetáculos e intervenções. Todas as semanas, também são realizadas oficinas criativas, apresentações musicais e atividades voltadas para crianças e idosos.

Cinema

Uma das estreias de cinema mais aguardadas do ano, o filme "Um Lugar Silencioso - Parte II" teve seu lançamento suspenso. A continuação estava prevista para ter sua pré-estreia nesta quarta-feira, 18, em dez salas de cinema dos quatro shoppings de Rio Preto: Cidade Norte; Riopreto Shopping, Iguatemi e Plaza Avenida.

A mudança foi decidida pela Paramount Pictures, que mudou a data de estreia do filme de John Krasinski no mundo todo. "Acreditamos e apoiamos a experiência do cinema e tentaremos colocar o nosso filme de volta ao mercado o mais rápido possível", diz um comunicado da empresa. "A futura data de lançamento de Um Lugar Silencioso - Parte II será anunciada assim que tivermos uma percepção melhor do impacto dessa pandemia no mercado de cinema global."

Apesar de o Governo do Estado ter orientado o fechamento das salas de cinema, não há previsão de quando a sugestão será adotada em Rio Preto. O diretor executivo da Associação Brasileira das Empresas Exibidoras Cinematográficas Operadoras de Multiplex (Abraplex), Antonio Carlos Caio Silva, avaliou como dúbia a posição do governo. "Ele recomenda, mas não quer assumir a responsabilidade pela obrigatoriedade. Isso é um problema, porque o fechamento voluntário das salas de cinema é uma quebra do contrato com os shoppings, que pode acarretar penalidades", informou. "O Governo deveria ter uma atitude firme, como nos estados onde isso já acontece, determinando o fechamento das salas", finalizou.

Outras ações

As atividades da Oficina Literária realizadas semanalmente na livraria Empório Cultural, no Riopreto Shopping Center, foram suspensas. A expectativa é que os encontros voltem a ser realizados no dia 6 de abril. "Entendemos que, neste momento, seria bastante prudente suspendermos as atividades da oficina literária", diz comunicado enviado pelo presidente da Academia Brasileira de Escritores (Abresc), João Paulo Vani, a chanceler da Abresc, Patrícia Reis Buzzini e pela professora Samira Aparecida Camargo.

A exposição "Desenho de Antonio Petivoc - O Intérprete da Vida", que seria aberta nesta terça-feira, 17, no Riopreto Shopping, será adiada. A organização afirmou que, seguindo as orientações do Ministério da Saúde, para a não realização de eventos com mais de dez pessoas, a mostra não será realizada por enquanto. "Adiamos a vinda do artista plástico Antonio Peticov para uma outra ocasião", revelou o comunicado.

A oficina "Leitura bebês e crianças bem pequenas", com a professora Carolina Manzato, que seria realizada nesta quinta, 19, das 15h às 18h, na Casa de Criar - Escritório de Arte, na Boa Vista, também foi cancelada. Uma nova data será informada em breve. "Diante do evidente quadro de necessidade de autopreservação da saúde (Covid-19), decidi cancelar o curso temporariamente. Assim que estivermos seguros para voltarmos a nos reunir e circular com nossos bebês tranquilamente, proponho nova data", disse Carolina Manzato em um comunicado nas redes sociais.

As sessões do projeto "Riopreto Shopping vai ao teatro com a Cia Fábrica de Sonhos", que busca levantar temas e aproximar o público infantil do teatro profissional, também foram suspensas. A iniciativa, que todo mês leva espetáculos teatrais para os clientes do Riopreto Shopping Center no Teatro do Sesi, foi cancelada em razão do momento atual e dos riscos relacionados à pandemia do coronavírus.

O Projeto Guri, que promove cursos gratuitos de música para crianças e adolescentes na faixa etária entre 6 e 18 anos incompletos, também suspendeu as aulas a partir desta segunda-feira, 16. Os pais e alunos receberam um comunicado do programa sociocultural brasileiro sobre a suspensão das atividades.

A vernissage da nova exposição do Espaço Cultural Iguatemi, válida pelo projeto "Hum Hum", parceria do Núcleo de Economia Criativa da Acirp (NEC) com o Iguatemi, foi cancelada. O encontro entre a artista plástica Héstia Tenfuss, a curadora Patrícia Reis Buzzini e os apreciadores de artes, marcado para o dia 2 de abril, não será realizado.

A Casa das Flores, projeto liderado pela professora e escritora Lucila Papacosta Conte que existe desde 2002, também vai suspender suas atividades que reúne pessoas interessadas no universo dos livros. "Em consonância com a responsabilidade social que o momento exige, a partir do dia 16 de março a Casa das Flores entrará em recesso", afirmou o comunicado.

A partir de hoje, a sede da Cia. Cênica, espaço cultural independente que recebe atividades de formação e apresentações de espetáculos, tanto próprios quanto de grupos parceiros, terá as atividades que demandam visitação e participação do público suspensas por até 30 dias. A informação foi confirmada pelo diretor da companhia rio-pretense, Fagner Rodrigues.

Divulgação

Shows, festivais e lançamentos estão sendo adiados ou cancelados em todo o Brasil devido ao coronavírus. O objetivo é seguir medidas de segurança para conter a pandemia. Entre os festivais adiados estão a edição nacional do Lollapalooza. O evento, que aconteceria nos dias 3, 4 e 5 de abril no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, será realizado nos dias 4, 5 e 6 de dezembro de 2020. Todos os ingressos serão válidos nas datas remarcadas. Informações sobre reembolso das entradas serão divulgadas em breve no site do Lollapalooza Brasil.

Em função da nova classificação de pandemia do coronavírus (Covid-19), a São Paulo Fashion Week anunciou o cancelamento dos desfiles previstos de 24 a 28 de abril. Uma nota revelou: "Diante do cenário atípico e visando preservar a saúde e bem estar de todos, a programação do Festival SPFW e a conferência internacional anunciada para o dia 27 de abril serão replanejadas".

Já a temporada SPFW N50 está mantida entre os dias 16 e 20 de outubro deste ano.

O show que a banda Backstreet Boys faria neste domingo, 15, em São Paulo, também foi adiado, como medida de prevenção para evitar a disseminação do coronavírus. A Live Nation Brasil diz que informações sobre a nova data do show e ingressos serão anunciadas em breve, bem como a política de reembolso do valor do ingresso. O grupo McFly, que tinha sete shows marcados no país entre março e abril, remarcou a turnê para os meses de setembro e outubro.

Por recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a turnê dos grupos Renaissance e Curved Air, marcada para os dias 19, 21 e 22 de março, foi adiada para os dias 20, 21, e 22, respectivamente, em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Os ingressos serão transferidos para as novas datas.

O Festival de Teatro de Curitiba, um dos mais importantes do Brasil, que seria realizado entre 24 de março e 5 de abril, também foi adiado. O evento, que reúne peças teatrais nacionais e internacionais, será realizado entre 1° e 13 de setembro. Os ingressos já adquiridos continuam válidos para a programação nas datas informadas. (FM)