Veja quais os sintomas que indicam a necessidade de procurar o atendimento Diário da Região - Rio Preto

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 33 min 22
19/03/2020 - 00h30min

CORONAVÍRUS

Veja quais os sintomas que indicam a necessidade de procurar o atendimento

Os sintomas leves de coronavírus - bem como de qualquer outro resfriado ou gripe - incluem dor de garganta ou de cabeça, febre, coriza, tosse e espirros

Johnny Torres 18/3/2020 Movimentação intensa na UBS do Solo Sagrado na manhã desta quarta-feira, 18
Movimentação intensa na UBS do Solo Sagrado na manhã desta quarta-feira, 18

Entre terça-feira, 17, e quarta, 18, o setor para pessoas com doenças respiratórias do Hospital de Base, inaugurado no início desta semana, atendeu cerca de cem pacientes com sintomas leves de gripe. Uma multidão de pessoas que deveriam estar em casa pela sua segurança, de sua família e de quem está ao redor. A recomendação é para que essas pessoas fiquem em casa e só procurem um serviço de saúde caso os sintomas se agravem. A solicitação foi feita por diretores do HB em coletiva de imprensa que aconteceu do lado de fora do prédio, para evitar aglomeração em locais fechados.

Os sintomas leves de coronavírus - bem como de qualquer outro resfriado ou gripe - incluem dor de garganta ou de cabeça, febre, coriza, tosse e espirros. Os sinais de alerta, que devem motivar a ida até uma unidade de atendimento, são cansaço, falta de ar, dores fortes e extremidades arroxeadas - esse último sinal aponta que o sangue não está circulando adequadamente pelo corpo. "Nesse momento de crise devemos pensar no coletivo e vir só em casos necessários. O hospital é um ambiente contaminado", afirma Amália Tieco, diretora-administrativa do HB. Desde o início da semana, UBSs e UPAs em Rio Preto também vêm enfrentando filas e lotações.

A médica afirma que muitos pacientes que estão com resfriados leves estão se dirigindo ao hospital espontaneamente por "curiosidade" de saber se estão contaminados com o coronavírus. Além de não ser possível testar todos, por insuficiência de equipamentos não só em Rio Preto, mas em todo o Brasil, as pessoas correm o risco de adoecer ao entrar em contato com vírus (não só o Covid-19), por mais que se tomem medidas de precaução, e os serviços de saúde ficam sobrecarregados, deixando por vezes de socorrer quem precisa por conta da lotação desnecessária.

Na manhã da próxima segunda-feira, 23, começa a funcionar o 0800 Coronavírus da Secretaria de Saúde de Rio Preto. Haverá infectologistas de plantão das 7h às 23h. A população poderá ligar quantas vezes forem necessárias para tirar dúvidas sobre a evolução dos sintomas, inclusive sobre quando procurar um médico. O número ainda não foi divulgado.

De acordo com Jorge Fares, diretor-executivo da Funfarme, a quantidade de testes de coronavírus de que a instituição dispõe no momento é suficiente para 30 a 40 dias, conforme a projeção de suspeitos. Desde o início das notificações, foram adquiridos, segundo ele, pelo menos 2,2 mil. Depois que o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, confirmou que o HB fez o diagnóstico correto de coronavírus em uma mulher de 28 anos, moradora de Rio Preto, o hospital passará a ser certificado para emitir laudos da doença. Segundo Maurício Lacerda Nogueira, médico do HB e professor do Laboratório de Virologia da Famerp, responsável pelos testes, estão sendo cumpridos os trâmites para essa efetivação.

Fares confirma que agora o HB fará os testes de cidades da região também, se requisitados pelas prefeituras. Para isso, os pacientes terão de preencher critérios, já que as autoridades de saúde reforçam que se testarem todos os com sintomas respiratórios faltarão kits de exames para aqueles que realmente estiverem em estado mais crítico, e sem saber o diagnóstico fica mais difícil definir a abordagem de tratamento.

Na tarde desta quarta-feira, 18, não havia nenhum paciente com suspeita ou confirmação de coronavírus internado no Hospital de Base. Todos os suspeitos de Rio Preto e região estão em isolamento domiciliar. "Ao longo dos próximos dez, 15 dias talvez passemos a ter pacientes na UTI. Temos até 30 leitos para as doenças respiratórias", afirma Fares.

Os funcionários da Funfarme também serão testados para o Covid-19 se apresentarem sintomas. Há uma ala específica para as doenças respiratórias no HB e outra no Hospital da Criança e Maternidade (HCM). Elas são isoladas, com entradas separadas e os colaboradores que atuam em cada uma não têm contato com nenhum outro setor, garante Fares.

Andreia Negri Reis, gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, reforça que nem todos os pacientes com sintomas respiratórios serão testados. "A gente está seguindo o critério do Ministério da Saúde, que é uma pessoa que fez viagem internacional e tem febre e algum sintoma respiratório ou alguém que teve contato com essa pessoa. São principalmente essas duas situações que a gente está monitorando e notificando."

Como a recomendação é que pacientes com sintomas leves fiquem em casa, é preciso que eles tenham o bom senso de se isolarem quando estiverem resfriados. O período de quarentena recomendado pelo Ministério da Saúde é de 14 dias a partir do início do desconforto.

Vacina contra gripe começa 2ª

Começa na próxima segunda-feira, dia 23, a vacinação contra a gripe. Na primeira fase, a imunização é voltada para idosos e trabalhadores da saúde. A campanha foi antecipada por causa da circulação do coronavírus.

A dose protege contra três tipos de gripe e suas formas graves, mas não imuniza contra o coronavírus - é, porém, uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para o coronavírus. A campanha neste ano será escalonada e é importante respeitar as datas. A partir de 16 de abril professores e portadores de doenças crônicas devem procurar os postos.

Michela Dias Barcelos, gerente do Departamento de Imunização da Secretaria de Saúde de Rio Preto, reforça que os idosos devem se manter isolados tanto quanto possível, mas por alguns momentos devem deixar suas casas para procurar a proteção. "A circulação do vírus ocorre o ano todo, mas é maior no período do outono/inverno", afirma.

Mesmo quem se imunizou no ano passado deve tomar a dose novamente, já que a formulação muda, uma vez que os vírus sofrem modificações. Os idosos são os mais atingidos pelas formas graves da doença e correspondem à maioria das vítimas fatais. Os trabalhadores da saúde são os que têm mais chance de contaminação. "Em época de coronavírus, se estiverem afastados por gripe vão fazer falta nessa força de trabalho", diz Michela.

A recomendação é que os idosos evitem permanecer nas unidades básicas de saúde por maior tempo que o necessário. Eles também devem evitar os horários de maior movimento, que são logo pela manhã e logo após o almoço. Os postos vão estruturar fluxos de atendimento para agilizar o processo e para que os grupos de risco não fiquem em contato com os demais pacientes. (MG)

Diário lança newsletter sobre corona

Com a missão de manter a população de Rio Preto informada sobre o avanço do novo coronavírus na região, o Diário mantém um liveblog atualizado em tempo real com as principais notícias sobre o assunto. Os leitores podem acompanhar pelo link: diariodaregiao.com.br/corona. Além disso, o Diário criou uma newsletter especial, que reúne e organiza as principais informações do dia, apresentando um resumo das notícias mais relevantes e um balanço dos casos suspeitos e confirmados em Rio Preto, na região e no Brasil. Para receber a newsletter por e-mail, cadastre-se no link: conteudo.diariodaregiao.com.br/informativo_coronavirus.

Além do 0800 Coronavírus da Prefeitura de Rio Preto, há outras formas de obter informações seguras. O Ministério da Saúde desenvolveu um aplicativo para facilitar o acesso a informações sobre a doença. O app "Coronavírus-SUS" está disponível para iOS e Android. Nele é possível encontrar dicas de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e até uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto.

Também com o objetivo de alertar e esclarecer a população sobre as fake news que começaram a ser disseminadas sobre o tema, foi disponibilizado um número de WhatsApp para envio de mensagens da população para apuração pelas áreas técnicas do Ministério da Saúde e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira. O número é (61) 99289-4640.

Maurício Lacerda Nogueira, do Laboratório de Virologia da Famerp, fala sobre uma "epidemia de fake news". "Quem faz os exames no Hospital de Base sou eu e minha equipe, ninguém sabe os números tão rápido quanto eu. Os números apresentados aqui são os que apresentam total realidade no município. Estamos sendo claros e transparentes. Não vamos apresentar dados falsos e equivocados. Nossos compromisso é com a verdade", garante. (MG)

 

Sinais da doença

Fique em casa se você

  • Está tossindo
  • Está espirrando
  • Tem coriza
  • Está com o nariz congestionado
  • Está com dores de cabeça leves
  • Tem dores nas juntas e de garganta
  • Está com febre leve

Procure atendimento se você

  • Está com falta de ar/dificuldade para respirar
  • Está se sentindo muito cansado
  • Tem febre alta e persistente
  • Está com dores de cabeças muito fortes e dores nas costas
  • Está com orelhas, mãos ou lábios roxos

*Idosos, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência no sistema imunológico devem ficar ainda mais atentas aos sinais de alerta

Onde procurar atendimento de saúde, quando necessário

  • Nas unidades básicas de saúde (UBS), das 7h às 17h
  • Nas unidades de pronto atendimento, que funcionam 24 horas
  • Nos pronto-atendimentos de convênios médicos

*As emergências de hospitais públicos (Santa Casa e Hospital de Base) não devem, via de regra, atender demanda espontânea. Os pacientes do SUS devem ser encaminhados para esses locais pelas UPA ou UBS ou unidades da região

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.