Assustado, Reino Unido muda postura Diário da Região - Artigos

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 33 min 22
19/03/2020 - 00h30min

ARTIGO

Assustado, Reino Unido muda postura

Wilton Francis da Costa e Natieli Pisa da Silva têm familiares em Rio Preto e estão morando na Inglaterra, na cidade de Grayshott, perto de Guilford. Wilton falou comigo ontem (terça). Ele disse que o primeiro caso confirmado na Inglaterra foi próximo da sua casa, na cidade de Haslemere. As coisas mudaram no Reino Unido de umas semanas para cá. O governo, comandado por Boris Johnson, alterou a postura diante da ameaça do coronavírus. Inicialmente, o premiê, em entrevista, afirmou que não tomaria nenhuma atitude mais contundente. Disse que cerca de 60% a 70% da população seria infectada e que estaria tudo bem. Mas, de uns dias para cá, seu comportamento mudou.

Após pipocarem alguns estudos e pesquisas, ele percebeu que o problema era realmente sério. Atualmente, o país soma mais de 1,9 mil infectados e 60 mortos. As autoridades do país reconhecem que o número real de contaminados está acima de 30 mil, segundo jornais locais.

Wilton disse que em Grayshott estão faltando alimentos nos supermercados e combustível nos postos. A população ficou bem preocupada e, em alguns casos, desamparada pelo governo. "Nos supermercados têm faltado mantimentos, como arroz, feijão, papel higiênico, álcool em gel. Ontem, precisei ir a três postos para conseguir abastecer o nosso carro. Está ficando bem complicado", afirmou.

Segundo Wilton, há uma orientação do governo para que as pessoas evitem aglomerações. Mas ainda não houve determinação para que fiquem em casa, assim como ocorreu na Itália, Espanha, França e Portugal e outros países da Europa. "Estamos na expectativa de que tudo volte ao normal o mais rápido possível. As pessoas estão assustadas com esse vírus".

Nesta terça-feira, 17, a União Europeia decidiu fechar suas fronteiras. Wilton ficou preocupado. Disse que torce para que o governo da Inglaterra reforce mais as medidas para conter o vírus no país, assim como fazem os seus vizinhos. "Estamos preocupados, sim. Diferente do que aconteceu em outros países, como aí na Itália, aqui na Inglaterra eles não tomaram essa atitude. Esperamos que isso não cause um colapso no sistema de saúde e mais mortes. Por isso estamos pedindo para todos de Rio Preto e do interior do Estado de São Paulo para respeitarem a orientação de ficarem em casa. Quanto menos contato com outras pessoas melhor".

Henrique Fernandes, Jornalista rio-pretense, que está em Trevignano, na Itália, relata como a Europa está lidando com o Covid-19

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.