Outras montanhasÍcone de fechar Fechar

ESTADOS UNIDOS

Outras montanhas

Da Califórnia ao Meio Oeste, não faltam opções esquiar


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Park City é um dos principais destinos de esqui nos Estados Unidos, mas está longe de ser o único. O país tem opções de Leste a Oeste, com destaque para alguns estados que costumam atrair brasileiros o ano inteiro, como a Califórnia.

Separamos novidades e informações de outros cinco resorts norte-americanos, para quem planeja aproveitar esta temporada, que termina somente em abril. Todos oferecem aulas de esqui e snowboard, além de aluguel de equipamentos e roupas.

Aspen (Colorado)

Uma das mais famosas cidades para esquiar dos Estados Unidos, as montanhas de Aspen costumam encantar turistas tanto americanos quanto brasileiros, que também buscam o destino pela vida noturna agitada e pela variedade gastronômica.

São quatro áreas para a prática de esqui, num total de 12km² de pistas. O pico mais alto chega a 3.800 metros. São 336 pistas. A Aspen Mountain é a principal, com pistas para aqueles que já dominam o esporte. Outra voltada para o público mais experiente é a Highlands. Já as montanhas de Buttermilk e Snowmass oferecem também pistas longas e fáceis, para habilidades em todos os níveis. A temporada tem previsão de seguir até 19 de abril e, além de esqui e snowboard, o resort tem outras atividades em suas montanhas, como passeios de snowbike, um tipo de "bicicleta" adaptada para a neve.

Uma outra atração radical por lá é a montanha russa Breathtaker Alpine Coaster, que ficará aberta durante toda a temporada. Quem for para Aspen no final dela, entre 28 e 31 de março, ainda pode assistir ao campeonato de esqui alpino, o US Alpine Tech 2020.

Telluride (Colorado)

Também no Colorado, o Telluride Ski Resort reúne as montanhas de duas cidades vizinhas, a própria Telluride e a Mountain Village. Há uma gôndola gratuita que liga os dois municípios, num passeio de 13 minutos, a cerca de três mil metros de altura. São 148 pistas, de diversos níveis, incluindo 52 voltadas apenas para os mais experientes. O pico mais alto chega a quatro mil metros de altura. Mas, além de deslizar montanha abaixo, dá para experimentar outras atividades ligadas ao inverno, como a pesca em lagos congelados, cavalgadas pela neve, trekking, passeios de helicóptero e uma programação voltada apenas para crianças, entre outras. No Club Red, área para shows, há agenda até o fim de março, com shows de artistas e bandas locais e desfiles de moda.

Fora das pistas, a região oferece experiência em meio ao cenário típico do Velho Oeste americano. Antes de se tornar famosa pela prática do esqui, era uma vila mineradora. Há passeios guiados pelos prédios históricos de lá para quem quiser conhecer o local além da neve. A temporada vai até o dia 5 de abril.

Telluride Ski Resort. O aeroporto da cidade é o Telluride Regional Airport. Da capital, Denver, são cerca de 6h de carro. O passe diário custa US$ 180, por dia, por pessoa. tellurideskiresort.com

Lake Tahoe (Califórnia)

O maior lago alpino da América do Norte, Lake Tahoe está a 1.897 metros de altitude, em meio a montanhas de Serra Nevada, na divisa entre Califórnia e de Nevada. No inverno, as cidades ao redor do lago recebem esquiadores, que se dividem entre os 15 resorts da região.

A maior cidade é South Lake Tahoe, onde estão as principais opções de acomodação, gastronomia e entretenimento. E é lá também que fica o maior resort da área de Lake Tahoe, o Heavenly Mountain Ski, com 14km² de área esquiavel. Há opções para praticantes de todos os níveis em suas 97 pistas. O resort ostenta outro recorde. É lá que fica o ponto mais alto da região, um pico que ultrapassa os três mil metros de altitude.

Para quem não quer esquiar durante toda a estadia, não faltam opções. O local tem área para patinação no gelo e oferece passeios como caminhadas na neve, trenó, pesca no gelo e visitas guiadas pelas colinas em carro adaptado. O resort conta com uma montanha russa, que desce pelas montanhas em pistas especiais. E também há programação fora delas. No Lodge Tamarack, shows de música acontecem durante todos os fins de semana da temporada, que, estima-se, acaba no dia 19 de abril.

O Kirkwood Mountain Resort também fica ao sul de Lake Tahoe e é outra opção para esquiadores, com 86 pistas. Menor, o seu diferencial é oferecer uma variedade de cursos, além dos básicos. É possível aprender a fazer manobras mais radiciais e entrar num grupo de free riders. A Expedition Kirkwood guia os visitantes para áreas exclusivas nas montanhas. A temporada por lá acaba no dia 12 de abril.

Lake Tahoe. O aeroporto da cidade é o Lake Tahoe Airport. De São Francisco, o trajeto é de 4h. O passe diário por pessoa custa US$ 131 (Heavenly) e US$ 94 (Kirkwood). laketahoe.com