O vegetal multiusoÍcone de fechar Fechar

Alimentação Saudável

O vegetal multiuso

A beterraba precisa entrar no seu cardápio pela infinidade de benefícios e versatilidade


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O vegetal não é um dos mais queridos da criançada, mas se você não gosta de beterraba, é bom dar uma chance a ela por conta dos inúmeros benefícios que traz para a sua saúde. Você pode consumi-la crua, cozida, assada, grelhada, em saladas, sucos e molhos. Tem baixas calorias e ainda é rico em antioxidantes e minerais como o ferro. Dela pode se extrair também o açúcar, bem parecido com o da cana. Você encontra opções no mercado, se quiser conhecer.

Cem gramas de beterraba crua contém em média 48,8 calorias e, em média, 32,2 calorias se estiver cozida. Rica em vitaminas A,B e C, niacina e sais minerais como ferro, potássio, fósforo, cálcio, zinco e manganês e fibras, é utilizada para combater a anemia e para fortalecimento ósseo. "Ela tem funções anti-inflamatórias, diminui riscos de doenças cardiovasculares e controle da pressão arterial, é rica em antocianinas que previne infecções e antioxidantes que ajudam a combater radicais livres responsáveis pelo envelhecimento", explica a nutricionista Clara Gameiro Martins.

"Com alto teor de potássio, ela auxilia no controle da pressão arterial e ajuda a fortalecer a imunidade e combater os efeitos do envelhecimento com a vitamina C", diz a nutricionista Thais Brito. "Rica em nitratos, a beterraba é outro alimento que pode auxiliar na aprendizagem e na memória, já que ela melhora a circulação do sangue", explica a professora Gabriela Branco.

Um estudo de 2017, publicado no periódico acadêmico Nutrition, apontou que a performance física melhora com a ingestão do suco de beterraba. O óxido nítrico presente na raiz contribuiu com as trocas gasosas entre as células, na biogênese, na eficiência mitocondrial e no fortalecimento da contração muscular. Para o consumo, a melhor forma é apostar no vegetal cru ou batido em sucos junto a outros alimentos nutritivos.

"A beterraba, além de ser doce e suculenta, é rica em manganês, mineral muito importante para o crescimento da cartilagem e dos ossos, também possui composto de nitrato que ajuda a melhorar o nível de colesterol no corpo, além de outras vantagens",diz a nutricionista Nathália Gazzara.

Efeito laxativo

Por ser rica em fibras, a beterraba é um excelente alimento para fins laxativos. Para gestantes é uma boa opção para inserir no cardápio por conter ácido fólico que ajuda na formação do tubo neural da bebê. Tem sido bastante usada para os praticantes de atividade física, pois é rica em nitrito que se transforma em óxido nítrico que ajuda na vasodilatação melhorando o transporte de nutrientes para o músculo.

Folhas e talos

Da beterraba não se dispensa nem mesmo folhas e talos. Segundo o engenheiro agrônomo Gentil Gabardo, são ótimas fontes de vitaminas e sais minerais. Aliás, às vezes até levam a melhor em quantidade quando comparadas à própria beterraba. Podem ser usados em refogados, recheios de tortas ou em sopas quentes ou frias. Panquecas e pães enriquecidos com a nutritiva farinha vão fazer a diferença na sua refeição. Se ainda não provou, a recomendação é incluir nas refeições.

Restrições para diabéticos

A melhor forma de consumir o produto sem ter muitas perdas nutricionais é na forma crua, qualquer processo de cocção ou de processamento altera o perfil de nutrientes e também promove perda de alguns que são termossensíveis.

Pacientes portadores de diabetes devem consumir com moderação, pois possui um alto teor de carboidrato e dele se extrai açúcar. "Pacientes renais e com formação de cálculos de evitar quando estiverem em crise renal", diz Clara Gameiro. Você pode incluir também a beterraba para enriquecer seus sucos e também para dar cor às massas.

Divulgação

Ingredientes

(Zero glúten e zero lactose)

  • 1 beterraba pequena descascada e picada (100g)
  • 3 ovos (150g)
  • 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo light com stevia (50g)
  • 1 xícara (chá) de farinha de arroz (120g)
  • 1/2 xícara (chá) de óleo (100ml)
  • 2 colheres (sopa) de óleo de coco (30g)
  • 1 colher (sobremesa) de fermento químico em pó (8g)

Modo de preparo

Coloque no liquidificador a beterraba, os ovos, o óleo, o óleo de coco, o açúcar mascavo e bata por aproximadamente dois minutos. Em seguida transfira para uma vasilha, adicione a farinha e mexa. Por último acrescente o fermento e misture delicadamente. Coloque em uma forma com furo no meio de 18cm de diâmetro, untada com óleo. Leve ao forno preaquecido à 180ºC por aproximadamente 40 minutos.

(Por Produtos Magro)

Fotos: Divulgação

Ingredientes

  • 2 xícaras de lentilhas
  • 2 beterrabas
  • 1 maço de couve crespa
  • Azeite extravirgem de oliva a gosto
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • Tomilho fresco a gosto
  • 2 folhas de louro

Para o creme de gorgonzola

  • 1 xícara de queijo gorgonzola picado
  • 1/4 xícara de creme de leite fresco
  • 1/4 xícara de queijo parmesão ralado fino
  • Raspas de 1 limão siciliano

Modo de preparo:

Em uma panela coloque a lentilha e cubra com água. Junte um bouquet com os galhos de tomilho e as folhas de louro para aromatizar. Deixe cozinhar em fogo baixo até ficarem "al dente" por aproximadamente 30 minutos. Escorra, tempere com sal e pimenta e reserve. Corte as beterrabas em fatias bem finas. Se preferir use uma mandolina para as rodelas ficarem ainda mais finas. Tempere com sal, pimenta e azeite. Coloque em uma assadeira e leve para assar em forno preaquecido a 200 C por dez minutos. Faça um creme de gorgonzola misturando todos os ingredientes. Não é necessário temperar com sal. Monte as lentilhas no fundo do prato e disponha as beterrabas ainda quentes recheadas com o creme gorgonzola. O próprio calor do legume esquenta o creme, não é necessário esquentar. Refogue a couve crespa no azeite com uma pitada de sal e sirva de acompanhamento.

(Por Tirolez)