Reforma do MercadãoÍcone de fechar Fechar

Cartas do leitor

Reforma do Mercadão


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Como rio-pretense não gostei da proposta de reforma do Mercadão, por alguns motivos: antigamente algumas reformas foram executadas com a participação e doação de empresários, como na época da administração do sr. Jirair Karabachian, portanto sem custos para os munícipes. Olhando a maquete do jornal, verifiquei alguns problemas, mesmo não sendo engenheiro ou arquiteto. Por exemplo, em uma cidade de clima superquente o primeiro ato foi cortarem as árvores e agora, no espaço reservado ao estacionamento, teremos um deck com mesas e ombrelones. Acho difícil termos conforto nesta opção devido ao calor desta nossa cidade.

Com o valor investido poderia ser instalado um ar-condicionado central nas dependências do atual Mercadão, bem como um sistema de captação de energia solar pra bancar este consumo. Seria proporcionado conforto aos usuários sem custos adicionais aos donos de boxes. Poderia ser também organizado um reservatório para capitação das águas da chuva para manutenção. Os banheiros também precisam ser renovados e ampliados em número e, por fim, abrir novas concessões para os espaços que hoje estão vazios focando em novidades de gastronomia e serviços.

Tenho certeza que o Mercadão de Rio Preto vai ampliar seu número de usuários e teremos conforto para todos, sem esquecer a obrigação de replantar em dobro as árvores cortadas.

Osvaldo Marchini, Rio Preto

Criacionismo

Falar sobre a criação divina é algo muito complexo. Aproveito este espaço para fazer algumas provocações e conjecturas em alguns pontos levantados pelos senhores Talhari e Salvatore sobre o tema criacionismo. Vou deixar os pernilongos e baratas de lado e partir para algo mais nobre como a diversidade da raça humana e dos animais.

Dentro da perspectiva criacionista a diversidade pode ser explicada por tipos básicos geneticamente polivalentes. O primeiro Adão e a primeira Eva poderiam carregar dentro de seu DNA tipos básicos genótipos para essa diversificação fenotípica que com o passar do tempo e dependendo do clima, alimentação e outras variantes naturais, apareceriam em seus descendentes. E isso explicaria a diversificação da fauna e flora também.

Quanto a questão dos milhões de anos da terra, é óbvio que a matéria não vem com uma plaquinha de idade. Milhões de anos depende muito de dois fatores básicos: pressupostos filosóficos e métodos de datação. É pressuposto uma quantidade fixa e estável de elementos, radioatividade, carbono-14 etc, para que a datação produza uma idade avançada, o que é questionável. Penso que do ponto de vista científico ainda está aberto a debates.

Quanto a Deus, Ele não é um ser sujeito ao tempo, é eterno. Por isso, como diz Agostinho, é irracional perguntar onde estava Deus antes do mundo ser criado, pois, não existia um "antes". Sugiro ler o livro XI das Confissões de Santo Agostinho. Se o universo é eterno como diz Salvatore, então ele está indo contra a própria ciência que alega defender já que ela postula um instante em que o universo veio a existir, o Big Bang. E pior, contraria a própria citação que ele mesmo fez anteriormente de que "nada surge do nada".

Aristóteles já afirmava que é irracional regredir infinitamente, portanto houve um primeiro motor que em um instante singular, colocou a máquina do universo em funcionamento. Por fim, a frase final de Salvatore mostra o quanto ele desconhece a matéria a qual está criticando. Ele insinua que a fé dispensa a razão. Incrível! Como ele desconhece por completo o panorama do pensamento cristão! Ele nunca leu Anselmo "fides quaerens intellectum".

Quem disse que a fé cristã é cega, destituída de razão? Somos seres racionais, porque Deus, o Criador é racional, é um Designer Inteligente.

Paulo Cristiano, Rio Preto

Pais ausentes

Tem muita gente que acha que filho é só por no mundo, não tem a menor responsabilidade, mas criança nenhuma pede para nascer. Sobre a reportagem do Diário de que "Justiça vai punir pais ausentes de menores infratores", quem põe filho no mundo tem obrigação de ao menos sustentar e educar pra não virar marginal sofrendo e fazendo gente de bem sofrer por aí. Mais responsabilidade e respeito com os seres humanos. Enquanto não houver punição, algumas pessoas não vão aprender o que é colocar uma pessoa no mundo de qualquer jeito.

Marisa Martins Paula, via Facebook, Rio Preto

Pais ausentes -2

Todo pai ou mãe que abandona o filho, que não paga pensão e que não participa da vida dos filhos deveria ser indiciado criminalmente. Parabéns ao juiz da Vara da Infância e Juventude de Rio Preto, Evandro Pelarim, fazendo justiça sempre.

Vitória Martins, via Facebook, Rio Preto

Pais ausentes -3

Parabéns ao excelentíssimo juiz da Vara da Infância e Juventude de Rio Preto, Evandro Pelarim, pelo trabalho e pela causa excelente em empenho e determinação.

Davi Bispo, via Facebook, Rio Preto

Radares

Sobre a notícia de que "Radares inteligentes vão delatar carros irregulares na região", num país difícil e com o nível de desempregados altíssimo, só investem em arrecadação e nada para melhorar para as pessoas. Esses aparelhos custam uma fortuna! Vai chegar um tempo que somente os "ricos" terão o direito de ir e vir.

Marcos Romero, via Facebook, Rio Preto