Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 31 min 21
07/02/2020 - 14h51min

PRODUÇÃO DE VINHO

A melhor pequena vinícola da Geórgia

O vinho tinto é feito com a uva Khashmi Saperavi e são produzidas 200 garrafas por ano

Fotos: Arquivo pessoal A produção anual é de 200 garrafas da uva branca Rkatsiteli. Esta é uma uva muito popular na região
A produção anual é de 200 garrafas da uva branca Rkatsiteli. Esta é uma uva muito popular na região

A outra pequena vinícola que visitamos na Geórgia foi a Tedo Papa's Wine Cellar, que fica entre Tbilisi e Telavi, na vila Khashmi, região de Kakheti.

Só conseguimos chegar nesta vinícola graças ao nosso guia, Misho Davitelashvili, pois quase não se tem informações sobre as localizações das vinícolas.

Lá fomos recebidos por Otto Menabdishvili e sua simpática avó Manana, uma senhora muito ativa e que falava apenas o georgiano.

Otto herdou a vinícola de seu avô, que o ensinou tudo sobre a produção de vinho. Por isto que a vinícola leva o nome do avô.

O neto também frequentou a universidade de Tbilisi, onde recebeu informações atualizadas sobre a produção do vinho.

Otto fez uma ampla reforma na adega, que estava abandonada, voltando então a produzir vinho em 2018.

Ele me contou que as uvas são colhidas e selecionadas manualmente e depois colocadas nos kvevri.

A sua produção anual é de 200 garrafas da uva branca Rkatsiteli. Esta é uma uva muito popular na região.

Esta vinícola usa métodos tradicionais da Geórgia.

Terminada a fermentação, o mosto do vinho fica em contato com as cascas por uma semana. Depois disto o vinho fica no kvevri até o engarrafamento.

O vinho tinto é feito com a uva Khashmi Saperavi e são produzidas 200 garrafas por ano.

Dizem que o rei Tamar, da Geórgia ordenou o cultivo da uva Saperavi na região de Khashmi porque lá é a melhor região para a produção de vinhos Saperavi!

O mosto do vinho fica em contato com as cascas por 10 dias, após a fermentação e também continua no Kvevri.

A simpática senhora Manana fez deliciosos Cachapuris para nos receber e acompanhar a degustação de seus vinhos.

Ela também explicou como se retirava o vinho de dentro dos kvevri.

Antigamente, eles usavam uma canequinha presa à 3 varas, duas delas seguravam a caneca e retiravam o vinho do kvevri. A terceira vara, por sua vez, girava a caneca para colocar o vinho retirado do kvevri, dentro de outro vaso.

Degustei os dois vinhos e achei-os aromáticos, secos e equilibrados. O vinho âmbar é mais seco, porém mais leve e fácil de beber do que outros que provei na Georgia, provavelmente por que fica menos tempo com as cascas.

Otto recebe visitas à sua vinícola e cobra 15 Iaris, (5 Us$), incluindo degustação dos seus 2 vinhos e da Chacha (destilado da casca da uva, como a grappa).

O seu processo de comercialização é na própria adega. Os rótulos são escritos apenas em georgiano. Otto me disse que está reformulando os rótulos para facilitar a comercialização.

A sra Manana foi muito gentil e na saída nos presenteou com maçãs, pêssegos e romãs, o que muito me emocionou!

O povo da Geórgia é extremamente gentil!

Existe um vídeo no youtube onde Otto conta a história de como construiu sua vinícola. Ela foi considerada a melhor pequena vinícola da Géorgia:

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.