PF vai investigar secretário de BolsonaroÍcone de fechar Fechar

Comunicação

PF vai investigar secretário de Bolsonaro


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18
São Paulo

A Superintendência Regional da Polícia Federal em Brasília abriu inquérito nesta terça, 4, para investigar Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação Social do governo Jair Bolsonaro. A investigação, que mira supostos peculato, corrupção passiva e advocacia administrativa, foi aberta por requisição do Ministério Público Federal. Wajngarten é sócio da FW Comunicação e Marketing, dona de contratos com empresas que recebem recursos direcionados pela Secom, entre elas as redes de TV Band e Record.

Sócio de empresa de marketing televisivo, que tem como clientes emissoras de TV e agências de publicidade contratadas pelo governo, Wajngarten foi obrigado a se explicar a Bolsonaro e fez até um pronunciamento público. No dia 16, o presidente afirmou que o secretário "vai continuar" no governo. Bolsonaro disse que não viu, "até agora", ilegalidade na relação da FW Comunicação e Marketing, empresa da qual Wajngarten é sócio, com emissoras de TV e agências de publicidade que recebem recursos do governo.