São Paulo atrasado com salários e imagemÍcone de fechar Fechar

SEM CAIXA

São Paulo atrasado com salários e imagem


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O São Paulo tem atrasado pagamentos de salários e direitos de imagem dos jogadores desde o ano passado. Sem vender atletas, o clube presidido por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, convive com problemas no fluxo de caixa. Os vencimentos referentes a janeiro de 2020 ainda não foram pagos aos atletas, mas a diretoria prometeu quitar os débitos nos próximos dias.

Os salários de janeiro em carteira (CLT) deveriam ter sido pagos até a última sexta, 7 de fevereiro, quinto dia útil do mês No entanto, não foram depositados pelo clube aos jogadores. Os vencimentos referentes a direitos de imagem também estão atrasados.

Os atrasos já vinham acontecendo desde o ano passado. O clube registrou um déficit de R$ 180 milhões em 2019. As principais causas foram as quedas precoces da Copa Libertadores e da Copa do Brasil, além da postura de não vender jogadores nas janelas de transferências.

Nos últimos meses, por exemplo, o São Paulo recusou propostas pelo zagueiro Walce e pelo atacante Antony.

A forte chuva que caiu em São Paulo entre domingo e a manhã desta segunda alagou algumas áreas do Morumbi, sede social do São Paulo. As piscinas ficaram cheias de lama, mas não houve estragos em partes do estádio.

Os vestiários e sala de imprensa do estádio não foram inundados, como aconteceu após chuva em março do ano passado. Na ocasião, o Morumbi foi interditado para reparos e o São Paulo teve de jogar no Pacaembu. Desta vez, a equipe poderá mandar o clássico contra o Corinthians, neste sábado, em sua casa.