Ramires e Marcos Rocha devem desfalcar o PalmeirasÍcone de fechar Fechar

Contra o Mirassol

Ramires e Marcos Rocha devem desfalcar o Palmeiras


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O técnico Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, terá dois problemas para montar o time que vai entrar em campo neste domingo contra o Mirassol, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, pelo Campeonato Paulista. O clube anunciou nesta segunda-feira que o lateral-direito Marcos Rocha e o meia Ramires sofreram pancadas na partida do último sábado, a vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, em Campinas. Ambos terão de ficar afastados para se recuperarem.

Ramires deixou o jogo no estádio Moisés Lucarelli ainda aos 23 minutos do primeiro tempo, com dores na perna direita. Patrick de Paula entrou na vaga. Já Marcos Rocha deixou o time aos 40 minutos da primeira etapa, após sentir um incômodo no pé direito Mayke entrou em seu lugar. A tendência é essas duas substituições serem mantidas no time até o jogo de domingo.

Os dois não vão treinar com o resto do elenco nos próximos dias e vão permanecer no departamento médico. O clube não divulga a previsão de recuperação.

Chuva

O Palmeiras anunciou nesta segunda-feira o cancelamento da apresentação do reforço Matías Viña. O lateral-esquerdo uruguaio veio do Nacional, de Montevidéu, e participaria ao meio-dia do evento oficial da sua chegada, com a entrega da camisa alviverde e a primeira entrevista coletiva. Porém, o clube optou por cancelar o compromisso devido ao mau tempo e aos alagamentos na cidade de São Paulo. Uma nova data será marcada.

A capital paulista amanheceu sob chuva e com vários pontos de alagamento. Um dos locais mais afetados foi inclusive a região onde fica a Academia de Futebol. No entanto, isso não vai afetar as atividades dos demais jogadores, já que o elenco teve folga.

Com contrato válido até dezembro de 2024, Matías Viña tem 22 anos e foi eleito o melhor jogador do Campeonato Uruguaio de 2019. O jogador defende a seleção uruguaia desde a categoria sub-20 e tem no currículo o título do Sul-Americano da categoria, em 2017, mesmo ano em que participou do Mundial, na Coreia do Sul.

Viña chegou ao Brasil na última semana e viajou para Campinas no sábado para acompanhar a partida contra a Ponte Preta. Se a documentação dele for regularizada, o uruguaio poderá estrear pelo time já neste final de semana.