Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 29 min 21
07/02/2020 - 00h30min

BASQUETE FEMININO

Brasil perde e complica vaga olímpica

A Seleção Brasileira feminina de basquete perdeu para Porto Rico, nesta quinta-feira, 6, por 91 a 89, na primeira rodada do Pré-Olímpico de Bourges, na França. Desta forma, o time do técnico Zé Neto ficou longe de conquistar uma vaga nos Jogos de Tóquio. Esta foi apenas a terceira vitória de Porto Rico sobre o Brasil nos últimos 11 anos. A seleção caribenha busca ir pela primeira vez aos Jogos Olímpicos.

O Brasil volta à quadra no sábado, às 16h30, para enfrentar o França, atual vice-campeã europeia. As adversárias de domingo, às 10 horas, na última rodada, serão as australianas, vice-campeãs mundiais.

O destaque da partida foi a armadora porto-riquenha Jennifer O'Neill, com 30 pontos. Pelo Brasil, Damiris foi a cestinha, com 26 pontos. A defesa do Brasil começou o jogo desatenta, proporcionando arremessos fáceis para Porto Rico, principalmente com Jennifer O'Neill. Damiris foi o destaque com sete pontos na vitória por 20 a 18 no primeiro quarto.

A equipe de José Neto voltou para o segundo quarto forçando um pouco mais o ritmo. Com quatro pontos seguidos de Érika e três de Tainá Paixão, o Brasil abriu sua maior vantagem: nove pontos (27 a 18). Os últimos quatro minutos da seleção brasileira foram muito irregulares, mas fechou o primeiro tempo com 42 a 36, apesar dos 17 pontos de Jennifer O'Neill.

No terceiro quarto, o destaque foi Damiris, com dois belos arremessos e mais dois acertos nos lances livres. Com isso, o Brasil chegou a abrir dez pontos (50 a 40). Mas nos instantes finais, as brasileiras perderam a concentração e proporcionaram até um contra-ataque após um lance livre. Final: 63 a 55.

O último quarto começou com as duas equipes bastante nervosas e cometendo muitos erros. Os times demonstraram desequilíbrio emocional nos momentos finais. O Brasil tomou a virada, passou a liderar depois de Erika conseguir o rebote, com 25s para o final. Pamela Rosado acertou um dos dois lances livres que teve e empatou o jogo em 83 pontos.

A prorrogação começou horrorosa para o Brasil. Com cinco erros no ataque, o Brasil viu o rival abrir 90 a 83. Duas bolas de três (Parry e Débora) colocou o Brasil no jogo (90 a 89), com 44 segundos para acabar a partida. O Brasil teve chance de conquistar a vitória, mas Débora errou.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.