Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 30 min 22
08/01/2020 - 18h00min

Painel de Ideias

Erros, só os novos

Errar é humano, mas insistir no erro é o problema. Refletir, pensar sem amarras, assumir as responsabilidades, encarar a realidade sem autocomplacência, eis um caminho para evitar a repetição dos equívocos, dos desvios

Não deixe o mesmo cachorro te morder duas vezes. Um conselho para a vida, colhido nos anos 1990 num documentário sobre Charles Edward Anderson, mais conhecido como Chuck Berry, o pai do rock, que sabia muito de música e de erros, que lhe renderam duas prisões.

Sabemos que o caminho se faz caminhando. Mas a trilha toda é recheada de pedras que nos atingem, buracos traiçoeiros onde enfiamos os pés, poeira a turvar a visão. São os erros, que nos atormentam e desafiam nossa resiliência. Afinal, ninguém é perfeito, ainda bem.

Em seu modo característico de explicar as coisas, cientistas afirmam que a aquisição de nossas competências complexas, como o conhecimento, só é possível por meio de um processo de aprendizagem que se dá ao longo do tempo. Acredito que eles estão a dizer que a vida é feita de tentativa e erro, numa série contínua de superação e crescimento.

Em todas as profissões o erro é uma probabilidade real. O pedreiro pode errar na obra, o médico no diagnóstico, o advogado no recurso, o jornalista no texto, o jogador no chute, o cozinheiro no tempero. A questão central é o que se faz com isso, quais lições devemos tirar desses episódios para que não se repitam, não se tornem rotina.

No mundo dos negócios, por exemplo. O consenso entre estudiosos do tema é que não saber administrar uma empresa é caminho certo para a ruína. Por isso, empresários da indústria, comércio e serviços investem cada vez mais em cursos de qualificação, reciclagem profissional, revisão de procedimentos, estratégias de marketing. Quem nunca deixou de comprar numa loja depois de receber um tratamento desleixado, desinteressado? Se o dono do negócio não melhorar esse quesito, o desastre é certo.

Por falar em desastre, no trânsito um erro pode custar uma vida. Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária, 90% dos acidentes ocorrem por falhas humanas, como desrespeitar a sinalização, excesso de velocidade, uso do celular, consumo de álcool ou descuido no uso dos equipamentos de segurança. Outros 5% dos acidentes são provocados por falhas na via. É só andar pelas ruas e rodovias e colecionar exemplos de desatenção e de riscos. A Organização Mundial da Saúde classifica como "evitáveis" as mortes no trânsito. Quer dizer, erros que pode ser previsto e evitado.

Errar é humano, mas insistir no erro é o problema. Refletir, pensar sem amarras, assumir as responsabilidades, encarar a realidade sem autocomplacência, eis um caminho para evitar a repetição dos equívocos, dos desvios. Uma rota de fuga daquela velha máxima "a operação foi um sucesso, mas o paciente morreu".

Muita gente acha que as pessoas são lembradas mais pelos seus erros do que pelos acertos. Filosoficamente, a pior coisa do mundo é acertar sempre. Erros estão aí para nos ensinar. Mas há um detalhe fundamental nessa jornada em busca da perfeição : os erros já cometidos devem ficar no passado. Descobertos, analisados e abandonados. Jamais devem ser repetidos, porque já conhecidos.

Erros, só os novos.

Cuidado com o cachorro.

ADIB MUANIS JR. Jornalista de Rio Preto, é consultor de conteúdo jornalístico e de entretenimento do SBT no Interior. Escreve neste espaço quinzenalmente às quintas-feiras

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.