Facebook vai remover 'deepfakes'Ícone de fechar Fechar

DIÁRIO TEC

Facebook vai remover 'deepfakes'

O anúncio foi feito nesta semana e, de acordo com a rede social, o vídeo será excluído sem a chance de ser verificado pelos parceiros


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O Facebook anunciou nesta semana que vai começar a excluir os deepfakes, vídeos feitos com diversas técnicas, como a inteligência artificial, em que o rosto dos personagens são trocados. Quem assiste acredita que aquela pessoa fez aquilo, o que não é verdade, ou falou algo que na verdade não disse. Esses vídeos circulam com frequência na rede social e devem ter aumento na distribuição em 2020, ano de eleições no Brasil e nos EUA.

De acordo com a vice-presidente de Políticas de Conteúdos do Facebook, Monika Bickert, a empresa estipulou alguns critérios de análises para que os vídeos sejam removidos. São eles: se o conteúdo foi editado ou sintetizado de uma maneira que não seja claro para uma pessoa comum e que provavelmente levaria alguém a pensar que uma pessoa no vídeo disse palavras que na verdade não disse ou se é produto de inteligência artificial ou de aprendizado de máquina (machine learning) que mescle, substitua ou sobreponha um conteúdo a um vídeo, fazendo com que ele pareça autêntico.

A vice-presidente ressalta que a política não se estende a conteúdos de paródia ou sátira, ou vídeos que foram editados para omitir palavras ditas ou alterar a ordem das palavras ditas. O Facebook ainda afirmou que os vídeos identificados como deepfakes não serão elegíveis para a revisão por verificadores de fatos independentes, que são mais de 50 parceiros de checagem de fatos do Facebook no mundo em mais de 40 idiomas.

"Se uma foto ou vídeo for classificado como falso ou parcialmente falso por um verificador de fatos, reduzimos significativamente sua distribuição no Feed de Notícias e não permitimos que esse conteúdo seja impulsionado com um anúncio. E quando as pessoas tentam compartilhar ou já compartilharam o conteúdo marcado como falso, elas recebem avisos alertando de que se trata de um conteúdo falso", finaliza a nota.

Divulgação

Para quem ainda não sabe como usar ou tem muitas dúvidas sobre os procedimentos de design e Photoshop, o Centro Paula Souza oferece curso de ensino a distância (EaD) gratuito. Os interessados podem se inscrever e estudar a qualquer hora, sem a necessidade de participar de processo seletivo pelo site. A formação tem 16 horas, divididas em quatro aulas. De acordo com o Centro, o conteúdo disponível aborda princípios de design, webdesign, cores, psicologia das cores, layout, tipografia, alinhamentos, formatos e introdução às ferramentas de edição, tratamento e manipulação de imagem no Photoshop.

Reprodução/Samsung

Novo recorde

É clichê afirmar que a tecnologia une as pessoas que estão longe. A frase é real e usuários do WhatsApp comprovaram isso. No dia 31 de dezembro de 2019, mais de 100 milhões de mensagens foram trocadas por pessoas de todo o mundo. A empresa bateu novo recorde na véspera do Ano Novo. A novidade foi compartilhada pelo WhatsApp, nesta semana, em sua página oficial no Twitter.

Oi, Ballie

A Samsung apresentou o seu simpático robô que, por meio de inteligência artificial, consegue realizar várias tarefas do dia a dia dos usuários. O Ballie, um assistente virtual, é em formato oval e parece uma bola para brincar. Com ele, é possível realizar algumas atividades de forma automática, como por exemplo abrir as cortinas da sua casa, tocar o despertador e ajudar nas atividades físicas. Ele "detecta" o dono e o segue nas atividades. O anúncio foi feito durante CES 2020 (Consumer Technology Association), organização comercial e de padrões que representa mais de 2.200 empresas de tecnologia de consumo nos Estados Unidos.

Mais um lançamento

Ainda durante o evento CES 2020, a JBL anunciou um novo fone de ouvido: Tune 220 TWS, que possui um design considerado simples pelos sites especializados em tecnologia, mas o diferencial é que tem várias opções de cores. Ele custa apenas 100 dólares, competindo diretamente com o Apple AirPods. Ele fornece três horas de duração da bateria.

Maior segurança

A empresa de aplicativo de transporte Uber lançou nesta semana novo recurso de segurança. A partir de agora, motoristas e passageiros terão um código PIN para confirmá-lo na hora da corrida. O objetivo é evitar casos de assédios e de falsos motoristas, que muitas vezes se aproveitam de uma pessoa que está esperando pela carona e se passam por colaboradores da Uber.

Freepik/Banco de imagens

Quem tem Windows Phone e versões antigas de iOS e Android no smartphone começou 2020 sob o aviso do WhatsApp: o aplicativo de mensagens vai parar de funcionar. A empresa anunciou que não vai mais trabalhar em desenvolvimento para alguns sistemas operacionais e por isso decidiu retirar o app do ar. O WhatsApp continua funcionando normalmente nos demais sistemas operacionais: Android 4.0.3 e versões superiores, iOS 9 e versões posteriores e KaiOS 2.5.1 e mais recentes, JioPhone e JioPhone 2. Não é possível criar novas contas em aparelhos com esses sistemas.

(Com Agência Estado)