Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 30 min 22
03/01/2020 - 00h30min

ECONOMIZE

De olho no preço do botijão de gás

Veja pesquisa em 29 revendedores

Leonardo Lino 2/1/2020 Nei Freitas compra gás a cada três meses
Nei Freitas compra gás a cada três meses

Depois de sucessivas altas nos preços do botijão de gás, os revendedores de Rio Preto não devem mais conseguir segurar os preços. Isso acontece porque a Petrobras anunciou no dia 27 de dezembro reajuste médio de 5% para as distribuidoras - preço à vista e sem tributos - mas o preço final ao consumidor depende do repasse feito pelas distribuidoras.

De acordo com o presidente da Associação de Revendedores de Gás de Rio Preto, Eder Freitas, esses reajustes vem acontecendo desde setembro de 2019 e agora não foi mais possível segurar a alta, que será repassada ao consumidor. "Em três meses, houve um total de 9% no preço, mas o aumento não chegou ao consumidor. Esse novo reajuste de 5% aumentará cerca de R$ 3 no preço final".

Em Rio Preto - conforme mostra pesquisa do Diário - muitas revendedoras ainda estão com o preço antigo pelo fato de ainda terem no estoque botijões de gás com o preço antigo. Apesar disso, o consumidor deve ficar atento, porque os novos preços tendem a mudar a qualquer momento. O preço mais praticado para o botijão de 13 quilos - para entrega - é R$ 75, valor encontrado em 16 estabelecimentos. Para retirada, o valor mais encontrado é o de R$ 70, em 20 locais. Os preços podem mudar sem aviso prévio ou até o fim do estoque.

O consumidor que pesquisar os preços pode ter uma economia de R$ 13 se ele optar pela entrega, isso porque o preço mais alto é R$ 78 e o mais baixo, R$ 65. Quem opta por buscar o botijão no local tem uma economia maior ainda: o valor mais alto encontrado é R$ 78 e o mais baixo é de R$ 58, ou seja, uma economia de R$ 20.

O levantamento de preços foi realizado em 29 revendedores de gás e 28 de água. Tanto no gás como na água não houve comparação de preços devido à diferença de marcas de um estabelecimento para o outro.

Na água, o valor mais praticado é R$ 10. O produto pode ser encontrado no valor mais alto de R$ 15 e no mais baixo de R$ 6 para a entrega. Para a retirada, o valor mais alto é R$ 14 e o mais baixo, R$ 5.

O decorador de eventos Nei Freitas costuma comprar em apenas um local, que é um revendedor autorizado de gás. Por ser mais confiável, ele prefere pagar um pouco mais caro, mas a ter certeza de um produto de qualidade. "O botijão de gás da minha casa dura cerca de três meses. Temos alguns hábitos para economizar, um deles é de fazer comida apenas uma vez no dia, só que em grande quantidade para levar de almoço no outro dia para o trabalho".

Clique Clique aqui para ver tabela de preço de gás e água

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.