Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 31 min 23
12/01/2020 - 00h30min

NOVELA

Personagem mudará após traição

Divulgação Conhecida por interpretar personagens cômicos, atriz 
Débora Lamm 
irá se transformar 
em novela
Conhecida por interpretar personagens cômicos, atriz Débora Lamm irá se transformar em novela

Quem viu, até agora, a felicidade de Miranda (Débora Lamm) ao lado da família em 'Amor de Mãe', deve se preparar para acompanhar uma mudança na trajetória da personagem. Na trama das 21h da Globo, a irmã de Vitória (Taís Araújo) descobre uma traição do marido, Matias (Milhem Cortaz), e resolve dar o troco. Para a atriz, essa virada é importante para as pessoas repensarem seu comportamento diante do mundo.

Na entrevista a seguir, a carioca de 41 anos fala do lado mãe e dona de casa tradicional da personagem, além da virada que Miranda promete ao descobrir o segredo do marido. Débora também comenta sobre a decisão de se comprometer com uma novela das nove, que pode afastá-la um pouco do teatro, e do fato de 'Amor de Mãe' não possuir um núcleo cômico. Por fim, a atriz comemora a volta em 2020 da série 'Cilada', que protagoniza com o amigo Bruno Mazzeo. Desta vez, a nova temporada estará disponível no Globoplay.

A Miranda foi apresentada como uma mãe tradicional num casamento aparentemente feliz. O que essa personagem promete?

Débora Lamm - Sim, a Miranda é uma mãe bem tradicional. A princípio é dona de casa, vive num casamento de 15 anos, tem dois meninos com o marido, o Matias, feito pelo Milhem Cortaz, meu parceiro de cena querido. Mas existe uma virada para a personagem.

O marido guarda um segredo que será revelado nos próximos capítulos da novela. Você acha que Miranda deve repensar a vida dela após esta descoberta?

Débora Lamm - Sim. Assim como todos nós. A gente não pode viver anestesiado. Cada sim que damos para uma coisa é um não para todas as outras, então eu acho que essa desconstrução, se for necessária, deve acontecer.

O que tem te chamado atenção em fazer uma mãe desse tipo, que vive em função da família?

Débora Lamm - A Miranda é uma mulher que a gente foi ensinada a ser. Então, é uma mãe que por muito tempo habitou o universo da memória das mulheres, da expectativa do que elas gostariam de ser. Hoje isso está quebrado e se reconstruindo. Não que ela não tenha tido a sua importância, mas essa é uma mulher em desconstrução nesse momento.

Você tem uma carreira ativa no teatro, atuando e dirigindo. Como é se comprometer com uma novela das nove?

Débora Lamm - A decisão de fazer uma novela agora envolve muito as pessoas que estão junto comigo nessa jornada. O que me faz topar qualquer trabalho é o que a gente vai dizer, quem conviverá comigo. Acho que foi natural nesse momento aceitar o convite. Quem me chamou foi a própria Manu (Manuela Dias, autora). Ela escreveu a Miranda já pensando em mim, pois é uma amiga minha muito antiga. A gente está de olho uma na trajetória da outra.

Você falou sobre um momento de virada da Miranda em 'Amor de Mãe'. A personagem fica mais dramática ou ela tem o alívio cômico?

Débora Lamm - Ela é uma personagem que tem todas as camadas. Assim como a gente é na vida. Não somos só engraçados ou tristes. Não tem núcleo cômico nessa novela, as coisas são bem temperadas como na vida.

Após a novela você já tem o plano de retornar com o 'Cilada'. Como é voltar para uma personagem que você achou que estava engavetada?

Débora Lamm - Sim, vou voltar com o 'Cilada', eu e Bruno Mazzeo, logo depois da novela para o Globoplay. Isso acontece dez anos depois que a gente parou. Como eu faço parte de uma companhia de teatro, isso é muito comum pra mim. Às vezes, uma peça que eu fiz há sete anos volta. Essa coisa de revisitar personagem é legal, porque naturalmente você está em outro momento da vida.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.