IMG-LOGO
Home Lifestyle
ESPECIAL

André Trigueiro: muito além da sustentabilidade

Jornalista especializado em gestão ambiental, escritor e palestrante tira de toda a sua experiência os caminhos para oferecer no livro 'A Força do Um' uma força que nos conecta com todos à nossa volta, à natureza e ao sentido da vida

Francine Moreno - 04/01/2020 00:05

Não importa o tamanho da crise. Não importa a loucura do mundo. Não importa a sensação de impotência. Existe a força do um. A força de uma ideia impactante. A força de um sentimento superior. A força de uma ação transformadora. Quem garante é o respeitado escritor, palestrante e jornalista André Trigueiro, especializado em gestão ambiental e sustentabilidade, em seu novo livro "A Força do Um", publicado pela editora Candeia, de Catanduva, especializada em obras espíritas e espiritualistas.

Além de incentivar a utilização de recursos naturais de forma sustentável e inteligente no Brasil e no mundo, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas, o carioca também compartilha ideias, expõe sentimentos e sugere ações transformadoras no novo livro, mostrando algo poderoso: cada um de nós tem o poder de interferir na realidade que nos cerca; a força do um transforma a realidade de todos. Comece com uma ideia. Aja com o seu sentimento. Transforme com a sua ação.

André Trigueiro, que é editor-chefe do programa semanal "Cidades e Soluções", exibido na Globo News, tem mais seis livros, entre eles "Cidades e Soluções - Como construir uma sociedade sustentável", da editora Leya, e "Viver é a Melhor Opção - A Prevenção do Suicídio no Brasil e no Mundo", da editora Correio Fraterno, e faturou quatro vezes o Prêmio Comunique-se na categoria Jornalista de Sustentabilidade (2007, 2009, 2011 e 2017). Conferencista espírita, ele ainda realiza palestras sobre sustentabilidade e outros temas.

Confira abaixo a entrevista com o jornalista carioca.

V&A - O que o leitor encontra no livro "A Força do Um"?

André Trigueiro - Textos inspiradores que têm a pretensão de promover a coragem de seguir em frente com a mente aberta, o espírito renovado, e muita vontade de aproveitar da melhor maneira possível o nosso tempo por aqui.

V&A - Por que você decidiu mergulhar sobre temas motivadores? O objetivo é despertar reflexões transformadoras em quem lê?

Trigueiro - Sou jornalista, trabalho no universo da comunicação e tenho percebido as pessoas muito vulneráveis ao desalento, ao pessimismo e à desesperança. A comunicação opera transformações importantes, para o bem ou para o mal. Penso que este livro é um projeto de comunicação em favor do bem. É sempre bom a gente se dar conta do que é possível fazer para transformar nossas vidas em algo que valha a pena.

V&A - A obra reúne 31 textos curtos inspirados em assuntos que foram abordados por você em podscasts, artigos e reportagens nos últimos dois anos?

Trigueiro - É o meu livro mais autoral; o que mais me expõe, meus valores e sentimentos. Compartilho minhas convicções, dúvidas, situações do cotidiano, histórias por vezes simples que podem propiciar bons momentos naqueles que eventualmente as lerem.

V&A - Por que o título "A Força do Um"?

Trigueiro - Cada um de nós é único no universo e isso nos afere uma identidade espiritual muito interessante. Não existe outra criatura igual a você no universo. Também somos visceralmente dependentes uns dos outros. Essa comunidade dos diferentes traz oportunidades incríveis de aprendizado, mas precisamos estar abertos para isso. Não há nada mais belo e poderoso do que esse mosaico de ideias, sentimentos e formas de se expressar sem que haja uma disputa obsessiva pela primazia da verdade. E mesmo as experiências ruins (ou principalmente elas) são extremamente didáticas, porque nos obrigam a lidar de forma criativa com situações que nos são hostis. A força do um nos lembra que somos peças únicas, muito especiais, que ajudam a movimentar as engrenagens do universo. Mas não há solução para a humanidade sem um projeto coletivo. Em bom português: se não estiver bom para todo mundo, não está bom para ninguém.

V&A - A obra é indicada para qual público? Por que as pessoas devem ler seu livro?

Trigueiro - Sinceramente? Não saberia dizer. Já tive retorno de leitores dos mais diversos segmentos. Estou na verdade muito feliz com o resultado do projeto justamente pela amplitude desse público.

V&A - Você é escritor, palestrante e jornalista especializado em gestão ambiental. Já tem algum novo livro em produção? Pode nos contar algum detalhe?

Trigueiro - Sim, há dois livros a caminho. Só me falta tempo para concluí-los. Mas darei notícias no momento certo.

V&A - Sua carreira tem um direcionamento para as questões da sustentabilidade. Como você avalia esta questão hoje no Brasil?

Trigueiro - Em nível federal, a gestão é simplesmente desastrosa. Não temos política climática, não temos política para conter os desmatamentos e o desrespeito aos direitos indígenas alcança níveis preocupantes. Perdemos o rumo do desenvolvimento sustentável e o desmonte das políticas ambientais gera impactos de longo prazo. Mas isso vai passar. Não há solução para o Brasil sem o desenvolvimento ético, limpo, que compatibilize a proteção da natureza e os interesses econômicos.

V&A - Como uma pessoa pode ser mais sustentável hoje?

Trigueiro - Sendo menos egoísta e individualista, pensando no bem estar coletivo e na resiliência do planeta. Menos consumo, menos lixo, menos proteína animal, mais consciência e interesse sobre como os ciclos da natureza se resolvem. Sabemos exatamente o que fazer. O difícil é sair da zona de conforto.

V&A - Você também está fortemente ligado às questões humanísticas, espirituais e de autoconhecimento. Como uma pessoa também pode se conectar com o seu próprio eu e pode cumprir seu papel com a sociedade?

Trigueiro - Diversas correntes religiosas e filosóficas nos trazem informações preciosas sobre as leis que regem a vida e o universo. Cada um é livre para escolher aquela que lhe convém. Sou espírita e encontrei explicações bem fundamentadas para essas questões na doutrina codificada por Allan Kardec. Tudo o que te faça uma pessoa melhor é bem-vindo.

V&A - Deixe um recado para os leitores da revista Vida & Arte, que buscam um 2020 com mais paz e amor.

Trigueiro - Depende de nós querer um mundo melhor e mais justo, mas devemos lutar por isso. Nada supera o exemplo. Que em 2020 a gente possa falar menos e fazer mais. O mundo precisa de atitude!

V&A - Pretende vir a Rio Preto em breve para lançar livros ou ministrar alguma palestra?

Trigueiro - Assim que possível. Talvez já em 2020. Será uma prazer.

 

Editorias:
Lifestyle
Compartilhe: