Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 30 min 22
03/12/2019 - 00h30min

ESTRADAS

Trânsito mata uma pessoa a cada 21 horas

De janeiro a outubro deste ano, 332 pessoas morreram no trânsito do Noroeste paulista

Divulgação/Votuporanga Tudo Ônibus foi retirado do córrego Marinheirinho, na manhã deste domingo, dia 1º
Ônibus foi retirado do córrego Marinheirinho, na manhã deste domingo, dia 1º

A cada 21 horas uma pessoa morre no trânsito da região. É o que revelam dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), compilados pelo Diário sobre 112 cidades do Noroeste paulista. Entre janeiro e outubro, 332 pessoas morreram em acidentes na região. Em contrapartida, nos dez primeiros meses do ano passado, foram 286 mortes, média de um registro a cada 25 horas.

E o número de mortos não para de aumentar. Apenas neste final de semana, sete pessoas morreram em dois acidentes registrados na região de Votuporanga. Em um deles, envolvendo um ônibus e uma moto, cinco pessoas morreram e outras 33 ficaram feridas. No acidente, um ônibus que transportava trabalhadores de um frigorífico bateu contra uma moto e caiu em um córrego às margens da rodovia Péricles Bellini (SP-461), próximo ao trevo de Parisi.

Quatro mulheres e um homem morreram no acidente que aconteceu na madrugada de domingo, 1°. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a batida ocorreu após uma moto Honda Biz, ocupada por Edianes Carolina Vitório dos Santos, de 20 anos, e Rúbia Queiroz de Souza, de 17, atravessar a rodovia e ser atingida por um ônibus.

O motorista do coletivo, João Cosmo dos Santos, de 61 anos, não conseguiu frear e atingiu a motocicleta com as duas mulheres. Em seguida, João perdeu o controle da direção e o veículo caiu de uma altura de aproximadamente cinco metros, no córrego Marinheirinho, que fica às margens da rodovia.

Com o impacto da batida, Rúbia e Edianes morreram no local. João Cosmo e duas passageiras do coletivo, Alexandra Mendes Barbalho de Oliveira, 39 anos, e Maria Nélia Ferreira dos Santos, 29, também não resistiram aos ferimentos.

Outros 33 passageiros que estavam no ônibus foram socorridos - 19 em estado grave e 14 com ferimentos leves. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros ajudaram no resgate das vítimas, que foram levadas para hospitais da região. As mais graves foram para a Santa Casa de Votuporanga.

Por meio de nota, o hospital informou que 15 vítimas do acidente deram entrada no pronto-socorro. Nove delas receberam atendimento e tiveram alta até esta segunda-feira, dia 2. Quatro permanecem internadas. Outras duas foram transferidas para o Hospital de Base de Rio Preto. Um deles, um homem de 48 anos, teve fratura no rosto e um trauma na cabeça. Ele está consciente e permanece internado. Já a outra vítima, de 51 anos, está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HB, sem previsão de alta.

Os corpos de Edianes e Rúbia foram sepultados na manhã desta segunda-feira, dia 2, em Votuporanga. Já as outras três vítimas foram veladas e sepultadas em Riolândia, destino do ônibus. João Cosmo foi sepultado na noite de domingo, enquanto Alexandra e Maria Nélia foram sepultadas nesta segunda.

Segundo a empresa Frango Rico, o ônibus que caiu no córrego pertencia a uma empresa terceirizada, contratada pelo frigorífico para transportar trabalhadores que saíam de Riolândia e Cardoso para trabalhar na empresa, localizada em Votuporanga. A empresa disse que está amparando os familiares das vítimas.

Valentim Gentil

Outros dois jovens também morreram no final de semana em outro acidente de trânsito na região. João Marcos de Oliveira Santos, de 22 anos, e João Guilherme Macedo Gomes, 24, seguiam de moto pela Euclides da Cunha (SP-320), em Valentim Gentil, na madrugada de domingo, 1°, quando sofreram uma queda.

A suspeita é que a motocicleta em que eles estavam tenha sido atingida por um carro. O motorista do veículo que teria provocado a queda ainda não foi identificado e fugiu sem prestar socorro. A perícia foi acionada e um laudo deve ajudar nas investigações do ocorrido. Os corpos dos dois jovens foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Votuporanga. Eles foram sepultados nesta segunda-feira, 2.

Estatísticas

Somente em Rio Preto, foram registradas 61 mortes em acidentes de janeiro a outubro, mesmo número do ano passado. Já em Votuporanga, foram sete mortes, contra 14 de 2018.

Mortes no trânsito

Janeiro a outubro

2019 - 332 mortes

  • Em 2019, entre janeiro e outubro, uma pessoa morreu a cada 21 horas em acidentes de trânsito na região

2018 - 286 mortes

  • Em 2018, entre janeiro e outubro, uma pessoa morreu a cada 25 horas em acidentes de trânsito na região
  • Aumento de 16% do número de mortes no trânsito

Fonte: Infosiga-SP

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.