Viagem pelo deserto exige planejamentoÍcone de fechar Fechar

EUA/Las Vegas

Viagem pelo deserto exige planejamento

Pode-se chegar de carro, e vale ficar hospedado ao menos duas noites na região


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Para ter outra vista panorâmica, vá até o mirante Dante's View, nas Black Mountains, a uma hora de carro e a 1.668m de altitude. O lugar foi uma das locações do planeta Tatooine, criado por George Lucas. Do alto, é possível ver todos os tons de branco da Badwater Basin, o ponto mais baixo da América do Norte (86m abaixo do nível do mar). Coberta por uma crosta fina de sal, sobre a qual se pode caminhar, e emoldurada pelas montanhas, a bacia é mais uma beleza de cenário que parece estar em outro mundo.

A melhor maneira de visitar o Vale da Morte é de carro (mas há tours a partir de Las Vegas), com o tanque cheio. Como você está no meio do nada, o celular geralmente não funciona, e é importante baixar um mapa antes. As estradas são boas, bem sinalizadas e há áreas de estacionamento perto das principais atrações. Como em qualquer viagem por um deserto, é importante levar muita água (e se lembrar de beber, porque o clima seco não dá sede), boné ou chapéu e protetor solar, inclusive no inverno, e não sair das estradas principais.

O ideal é ficar hospedado duas noites na região, e ter um dia inteiro para aproveitar o deserto. À noite, o céu, um dos mais escuros do mundo, oferece a chance de observar a Via Láctea, dependendo da Lua e das condições meteorológicas. O espetáculo é ainda mais fascinante quando se lembra que as luzes de Las Vegas estão a apenas duas horas dali.

Há áreas com infraestrutura para camping e alguns poucos hotéis. Destaque para o Oasis at Death Valley. Como o nome indica, fica num oásis, e são dois hotéis. The Ranch é um resort familiar, com 224 quartos. Já o Inn tem apenas 66 charmosas acomodações e acaba de passar por uma reforma para aliar o glamour do passado a novos padrões de sustentabilidade. Como a bonita piscina do hotel, abastecida com água natural a 30° Celsius, sem cloro, que é usada para regar os jardins do oásis. Há vários sofás e poltronas ao ar livre, perfeitos para ver estrelas. Ou o nascer do sol, que tinge o deserto de diferentes cores. É bom saber que o wi-fi no hotel é instável e não há sinal de telefonia celular no Vale da Morte. Aproveite a escapada de Vegas para trocar o mundo artificial pelo real.