Senador tem mandato cassado após pedir morte de brasileirosÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O senador Paraguayo Cubas Colomes, de um partido de extrema-direita no Paraguai, teve seu mandato cassado nesta quinta-feira, 28, depois que um vídeo em que o político defende a morte de 100 mil brasileiros que vivem no país passou a circular na internet.

O parlamentar é membro do partido Movimento Cruzada Nacional, uma legenda pequena que tem como bandeira o combate à corrupção e à presença estrangeira no Paraguai.

Paraguayo Cubas foi filmado na cidade de Minga Porá, no Departamento de Alto Paraná, perto da fronteira com o Brasil, chamando brasileiros de bandidos e invasores. O registro foi feito no início desta semana.

"Bandidos brasileiros, bandidos! Invasores! Agora desflorestando o país", diz, conforme mostra o vídeo que passou a circular. "Tem que matar aqui ao menos 100 mil brasileiros bandidos", gritou o então senador no vídeo, ainda mencionando que há 2 milhões de brasileiros vivendo no país.

O motivo do ataque de fúria do senador paraguaio foi um caminhão carregado de madeira vindo de uma propriedade de "rapai" (termo informal usado no país em referência a brasileiros). Paraguayo Cubas, em seguida, pede "paredão" para os brasileiros que não têm "cortina de vento" (uma técnica de manejo florestal que tem como objetivo evitar que o vento carregue pesticidas para propriedades menores nas redondezas de grandes áreas de plantação de soja).

No caso dos caminhões apreendidos, no entanto, a madeira estava documentada e teria sido cortada legalmente.