Vereador quer vetar auxílio-atleta a agressor de mulherÍcone de fechar Fechar

COLUNA DO DIÁRIO

Vereador quer vetar auxílio-atleta a agressor de mulher


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A Câmara de Rio Preto decidiu aumentar o cerco contra quem agride mulher e cai nas malhas da Lei Maria da Penha. O vereador Pedro Roberto (Patriota) apresentou projeto de lei na sexta-feira, 29, para proibir condenado pela lei a receber auxílio-atleta da Prefeitura.

A proposta de Pedro Roberto acrescenta mais uma interdição a agressores de mulheres. Outro projeto em tramitação na Câmara, de Jean Dornelas (PSL), proíbe a contratação de condenados pela Maria Penha para cargos de livre nomeação no município, o que inclui Prefeitura, Câmara, autarquias e empresas públicas municipais. São as funções reservadas a apadrinhados políticos. Só na Prefeitura são 237.

Diferentemente do projeto de Dornelas, que prevê o veto só no caso de condenação com trânsito em julgado, a proposta de Pedro já prevê a interdição após condenação em primeira instância. Emenda de Renato Pupo (PSD) também altera a proposta de Dornelas estabelecendo o veto a partir de condenação em primeiro grau.

A proposta de Dornelas chegou a ser colocada em votação em plenário neste mês, mas foi retirada da pauta a pedido do próprio vereador para que a emenda de Pupo fosse incluída ao projeto, o que ocorreu no último dia 22.

Terceirizados

Além de apresentar o projeto para impedir a concessão de auxílio-atleta para condenados pela Lei Maria da Penha, Pedro Roberto também apresentou uma segunda emenda ao projeto de Jean Dornelas para estender a proibição a ocupantes de postos de serviços contratados pelo poder público municipal mediante terceirização.

 

Eu, hein

Com 45 minutos de antecedência, a assessoria de imprensa do prefeito Edinho Araújo (MDB) anunciou que ele iria ao novo terminal por volta das 10h30 de ontem "a fim de verificar como está sendo o primeiro dia de funcionamento do local". Entre o anúncio e horário da visita estourou protesto de ambulantes. Edinho não foi. Sem alarde, apareceu depois, com a situação mais sossegada, sem avisar jornalistas.

Deu pra mim

Farto de palpites da chefia em seu trabalho, Romildo Sant'Anna (foto), curador do Museu de Arte Primitivista "José Antonio da Silva", sinaliza que vai pedir o chapéu. Pior para o museu.

Vagatomia

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Centro Universitário de Santa Fé do Sul (Unifunec) que adote medidas preventivas para impedir fraudes no curso de medicina. O MPF atua preventivamente para evitar que integrantes da organização criminosa que vendia vagas na Universidade Brasil, em Fernandópolis, atuem na faculdade. As suspeitas investigadas pelo MPF em Santa Fé se baseiam em áudios captados na Operação Vagatomia, deflagrada em setembro de 2019. O objetivo é evitar contratações irregulares do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do governo federal, destinado a alunos de baixa renda.

 

Mais duas - Não é só o Hospital de Base que está na expectativa de ser beneficiado com emendas parlamentares da deputada federal Katia Sastre (PL), a ex-policial que ficou famosa ao balear e matar bandido durante tentativa de assalto na porta da escola da filha dela, no ano passado, em Suzano. Durante visita a Rio Preto na sexta, Katia também visitou o Instituto do Cegos e a Fulbeas, que atende adolescentes.

Correndo atrás - O Sindicato dos Servidores Municipais quer reverter na Justiça decisão do secretário municipal de Administração, Luís Roberto Thiesi, de parar de descontar da folha de pagamento da Prefeitura a mensalidade dos funcionários associados à entidade. O sindicalista Carlos Henrique cavuca o Estatuto do Servidor em busca de artigo segundo o qual o desconto seria obrigatório. A mensalidade rendeu R$ 92,6 mil ao sindicato em outubro.

Secretário malvado - Nas redes sociais, o sindicato iniciou campanha contra Thiesi pela decisão de parar de fazer o desconto em folha da mensalidade da entidade. Postaram até foto do secretário sorrindo com a inscrição "feliz com a maldade". Ele também é classificado de "executor das maldades" do prefeito Edinho Araújo (MDB), a quem os sindicalistas acusam de querer "quebrar" o sindicado com o fim do desconto.

Diz que vai ajudar - O vereador Renato Pupo (PSD) afirma ter sentido firmeza no deputado Carlão Pignatari (PSDB), líder do governo Doria na Assembleia Legislativa, a quem pediu que ajude a rever pontos da reforma da Previdência enviada pelo governador João Doria, também do PSDB, à Assembleia. Entre os pedidos de Pupo, que é delegado da Polícia Civil e falou em nome da categoria, está a redução da idade mínima para aposentadoria de policiais.

 

Empregos à vista

A prefeita de Catanduva, Marta do Espírito Santo (MDB), recebeu no gabinete representantes da Rede Muffato. A prefeita (foto) foi informada sobre a implantação de duas novas unidades do supermercado na cidade, com previsão de inauguração no primeiro semestre no ano que vem. "Da janela do gabinete temos a visão de um dos empreendimentos. Essa condição vai impulsionar a geração de cerca de 500 empregos em nossa cidade", comemorou ela no Facebook.

Pé de macaco

O deputado federal Fausto Pinato (PP) divulgou nas redes sociais participação dele no programa Frente-a-Frente, da Rede Vida. Ele fez uma avaliação do governo Bolsonaro e se referiu a ministros como "pé de macaco". Pinato disse que auxiliares do presidente Jair Bolsonaro ainda não mostraram a que vieram. Ao avaliar a articulação política do governo no Congresso Nacional, decretou: "foi um fracasso".

Ressurgindo

O ex-ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes coloca a cabeça fora d'água e volta a participar de reuniões no diretório estadual do PSDB. Ele tem ganhado espaço na gestão do presidente estadual da legenda, Marco Vinholi, que promoveu neste sábado, 30, o seminário "Portas abertas para o futuro".

Dia histórico

A abertura de lojas do McDonald's em cidades da região, principalmente quando é a primeira, ainda é motivo de frisson entre moradores, sem excluir autoridades públicas. "Hoje prestigiamos a entrega de uma das maiores franquias do mundo em nossa cidade", postou neste sábado, 30, o prefeito de Olímpia, Fernando Cunha, que até descerrou a fita de inauguração da unidade.

 

O secretário estadual de Transportes, João Octaviano, faz vistoria técnica no aeroporto de Rio Preto na próxima sexta, 6. É mais um passo para o processo de privatização do terminal, uma das promessas de campanha do governador João Doria (PSDB). O secretário fica na região até segunda, 9, período em que também visita Votuporanga e Catanduva. De acordo com a assessoria de Octaviano, é a primeira vez que ele vem ao aeroporto de Rio Preto na condição de secretário. A concessão do terminal, um dos de maior movimento dos 20 no Interior sob responsabilidade do Daesp, departamento da secretaria que administra aeroportos, é considerado a "cereja do bolo" do processo de privatização de Doria.