MP investiga improbidade em nome do novo terminalÍcone de fechar Fechar

COLUNA DO DIÁRIO

MP investiga improbidade em nome do novo terminal


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O promotor de Justiça Sérgio Clementino abriu inquérito para apurar improbidade administrativa da parte do ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) e de oito vereadores que aprovaram a lei que denominou de "Prefeito Valdomiro Lopes da Silva" o novo terminal de ônibus que a Prefeitura de Rio Preto entrega nesta sexta-feira, 29. O nome é do pai do ex-prefeito, cujo nome completo é Valdomiro Lopes da Silva Júnior.

Sancionada em 6 de dezembro de 2016, último mês da gestão de Valdomiro, quando, por contrato, a obra do terminal deveria ter sido entregue, a lei foi proposta pelo vereador Fábio Marcondes (PL), que era da tropa de choque do ex-prefeito no Legislativo e que presidia a Câmara à época.

Clementino suspeita, que ao dar o nome do pai ao terminal, Valdomiro, com ajuda dos vereadores que aprovaram a lei sancionada por ele, quis homenagear a si próprio, o que viola o princípio da impessoalidade na condução da coisa pública. O ex-prefeito ainda está ativo na política e pode se beneficiar da associação dos nomes. Como a Coluna adiantou ontem, ele já articula candidatura para tentar voltar ao cargo na eleição do ano que vem.

Além do próprio Marcondes, votaram a favor da lei os vereadores Paulo Pauléra (PP), que é o atual presidente da Câmara, José Carlos Marinho e Celso Peixão, ambos do PSB de Valdomiro, Francisco Júnior (DEM), Karina Caroline (Republicanos) e os ex-vereadores César Gelsi e Márcio Larranhaga.

Na portaria em que abriu o inquérito civil, com data de terça-feira, 26, o promotor deu 15 dias para o prefeito Edinho Araújo (MDB) apresentar cópia da lei que autorizou a homenagem, a de número 12.523/2016, da justificativa e da ata de votação.

Nas vezes em que foi questionado se manteria o nome do pai do ex-prefeito ao novo terminal, mesmo diante dos questionamentos do Ministério Público, Edinho disse que iria cumprir a lei que agora entra na mira do promotor. Na entrega que fará hoje, Edinho não vai colocar placa com o nome do homenageado. O governo argumenta que não se trata de inauguração, o que ainda pretende fazer mais à frente com a presença do presidente Jair Bolsonaro uma vez que a obra, de R$ 64,2 milhões, foi financiada por recursos federais.

Clementino antecipou nesta quinta-feira, 28, que pretende pedir à Procuradoria-Geral de Justiça que entre com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) para derrubar a lei que autorizou a homenagem.

 

Não custa pedir

O presidente da Câmara de Mirassol, Marcão Alves, aproveitou encontro com Luciano Hang em Brasília (foto) para pedir que o empresário instale uma loja da Havan em Mirassol. Segundo o vereador, Hang orientou que ele pesquise área no município, de preferência às margens da rodovia Washington Luís. O encontro foi na semana passada, no dia em que o presidente Jair Bolsonaro fez convenção da Aliança pelo Brasil. Marcão, que está com um pé do PP, afirmou que tem interesse em representar o partido que o presidente tenta criar em Mirassol. Ele disse que é pré-candidato a prefeito.

Estreia do Geraldo

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) fez sua estreia na televisão. O quadro é o "Dr. Geraldo" no programa matinal Aqui na Band, exibido durante a manhã pela emissora. O tucano vai tirar dúvidas de espectadores pelo menos uma vez por semana.

E a sessão?

A vereadora Márcia Caldas (PPS), presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio (Sincomerciários) faltou à sessão da Câmara de Rio Preto desta quinta-feira, 28. Ela preferiu ir à reunião de central sindical em São Paulo para discutir projetos da reforma sindical e trabalhista em trâmite no Congresso, de acordo com texto na página do sindicato no Facebook.

É golpe

A Prefeitura de Votuporanga recorre às redes sociais para informar a moradores da cidade que não está fazendo inscrições para supostos suplentes a casas populares da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo). Nos últimos dias, a CDHU promoveu ações de despejo no conjunto bairro Sonho Meu.

Mundo pequeno

Enquanto Eder Galavoti e Mauro Truzzi toparam com o papa Francisco no Vaticano (conforme a Coluna mostrou ontem), Jairo Garcia, delegado de polícia como os dois, esbarrou com o ex-presidente Michel Temer em Salamanca, na Espanha (foto). Temer foi dar palestra sobre história do constitucionalismo brasileiro na cidade. Garcia, que já foi plantonista da Central de Flagrantes de Rio Preto, é de Bálsamo.

Na área

O deputado Geninho Zuliani (DEM) tem compromisso em Rio Preto nesta sexta, 29, a partir das 8h, na sede do Ciesp. Vem falar sobre saneamento básico com prefeitos e representantes do setor em municípios da região. O evento é promovido pela Associação dos Municípios da Araraquarense (AMA), entidade dirigida pelo prefeito de Jales, Flá Prandi, colega de partido de Geninho.

Tema polêmico

Geninho, é relator do Marco Legal do Saneamento Básico no País, em tramitação na Câmara dos Deputados. O projeto divide opiniões dentro e fora do Congresso. O deputado de Olímpia defende a quebra de monopólios de estatais de saneamento com maior abertura do setor para a iniciativa privada.

Atenção aos bichinhos - A queima de fogos da Represa será de baixa sonoridade, informa a Prefeitura de Rio Preto ao anunciar programação da tradicional virada de ano no local. A decisão, já colocada em prática no último Réveillon, é resultado de ações da vereadora Cláudia De Giuli (PMB), que é protetora de animais. A festa, que começa às 21h do dia 31, será animada pela banda Alta Conexão. CLIQUE AQUI para ler mais.

Abriu a porteira - O presidente da AMA, Flá Prandi (foto), também acompanhou, em Brasília, a decisão do TCU que deu aval à renovação antecipada da concessão da malha ferroviária paulista para a Rumo. Segundo ele, a medida abre caminho para que outras quatro concessionárias de ferrovias no País tenham o mesmo benefício, o que pode gerar investimento de R$ 42,5 bilhões na próxima década. Flá é prefeito de Jales pelo DEM.

Lei da fila médica - Diferentemente do que a Coluna publicou ontem, o substitutivo de Jean Dornelas (PSL) ao projeto que impõe tempo máximo de 30 minutos para atendimento de pacientes exclui clínicas particulares da proposta. Com isso, o projeto restringe a obrigação apenas a clínicas ambulatoriais de planos de saúde. "A clínica particular é uma escolha do paciente. Cabe a ele decidir se vai ou não aguardar", explica o vereador.

A palavra que faltava - O presidente da Câmara de Rio Preto, Paulo Pauléra (PP), se encontrou com o prefeito Edinho Araújo (MDB) durante evento da Secretaria de Educação nesta quinta-feira, 28. Ele ouviu do emedebista que os corredores exclusivos de ônibus vão iniciar as operações no dia 6 de janeiro, conforme revelado pelo Diário. A mudança ocorre a pedido de comerciantes da avenida Bady Bassitt.

O secretário de Agricultura de Rio Preto, Antonio Pezzuto, anunciou nesta sexta-feira, 28, que o município vai recuperar 68 km de estradas rurais, em investimento estimado de R$ 7,9 milhões. "O foco principal é evitar a erosão das estradas que permeiam os córregos Macacos, rio Preto e da Onça, que, por sua vez, deságuam na Represa Municipal", disse o secretário. Segundo o Instituto de Pesquisas Tecnológicas, a terra levada pelas chuvas dessas estradas é responsável por 70% do assoreamento da Represa. Atualmente, a Represa tem acúmulo de 400 mil m³ de resíduos, que comprometem sua capacidade de abastecimento. O custo para fazer o desassoreamento do local está orçado em R$ 30 milhões.