CPI do América intima Vedroni a depor na CâmaraÍcone de fechar Fechar

COLUNA DO DIÁRIO

CPI do América intima Vedroni a depor na Câmara


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A Comissão Parlamentar de Inquérito instalada na Câmara de Rio Preto para tentar impedir que o estádio do clube seja leiloado pela Justiça decidiu "intimar" o procurador-geral do município, Adilson Vedroni, a depor no próximo dia 10. O presidente da CPI, Jean Dornelas (PSL), afirmou nesta terça, 26, que pretende pedir a condução coercitiva de Vedroni à Justiça se ele não atender à convocação.

O procurador-geral afirmou ontem, por meio de nota, que está "à disposição para qualquer esclarecimento da CPI e irá comparecer para prestar depoimento".

No dia 10 também foram chamados a depor o presidente do conselho deliberativo do América, Pedro Teixeira, e o geólogo Samir Barcha. O vereador defende a retomada da propriedade pelo município. Sustenta que o clube teria descumprido a lei municipal de número 1.911, de 1975, que autorizou a doação pela Prefeitura da área onde o estádio foi construído. Uma das cláusulas, no entanto, dava prazo para a conclusão do estádio, até hoje inacabado. "Vou questioná-lo em relação à omissão do poder público que até agora não fez nada [para retomar a área]", afirmou Dornelas.

Vedroni rebateu. "Não há qualquer omissão da Procuradoria. Todos os trâmites necessários estão sendo tomados para que não haja prejuízo ao município. Tanto não há omissão que a outra área que havia sido arrematada foi retomada pelo município", afirmou o procurador-geral.

Vedroni se refere a decisão do mês passado na qual o Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo, acatou pedido de anulação de leilão de área anexa ao estádio também doada pela Prefeitura ao clube. Os arrematantes da área, de 16,4 mil metros quadrados, pretendem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). O leilão foi em 2009.

 

Não perca

O secretário de Trânsito de Rio Preto, Amaury Hernandes (foto), é o convidado desta quarta, 27, para falar sobre os corredores de ônibus no programa Política em Debate, às 15h, ao vivo, pela página do jornal no Facebook. Os corredores rendem polêmica por proibir estacionamento de veículos em avenidas como a Bady Bassitt. O presidente da Câmara, Paulo Pauléra (PP), pediu ontem durante a sessão para adiar a operação, cujo início está previsto na segunda-feira, para janeiro.

Pergunta indigesta

É tocar em AI-5, o ex-deputado Vaz de Lima (PSDB) volta a falar de política nas redes, hábito que se tornou raro desde a derrota na eleição do ano passado. Desta vez, foi para criticar a destrambelhada declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo o tucano, quando o ministro diz que não é para assustar "se alguém pedir AI-5", Guedes "sugere perseguição, cassação, prisão e tortura de adversários, intervenção nos outros poderes, tudo sob a égide da 'legalidade'". Para Vaz, o Brasil rechaça "arroubos autoritários". Será?

Só em 2020

A deputada federal Renata Abreu, de São Paulo, postou que o projeto que permite a prisão de condenados em 2ª instância subiu no telhado. "Em acordo entre as duas casas legislativas [Câmara Federal e Senado], essa proposta, apesar de ter tramitação mais rápida, ficará na geladeira até 2020", disse ela, que é presidente nacional do Podemos.

Roda do tempo

O deputado federal Eduardo Bolsonaro divulgou nas redes sociais que o pedido de sua destituição da presidência estadual do PSL em São Paulo e de sua expulsão do partido partiu do senador Major Olímpio e dos deputados federais Joice Hasselmann, Coronel Tadeu, Júnior Bozzella. Os dois últimos, hoje do mesmo lado, chegaram a disputar o comando da sigla em Rio Preto.

 

Vai a plenário

Projeto do vereador Marco Rillo (PT) para que a Prefeitura de Rio Preto passe a publicar lista com nomes e salários de apadrinhados à parte dos demais servidores municipais no portal da Transparência recebeu parecer pela legalidade do presidente da Comissão de Justiça, Fábio Marcondes (PL). Ele passou a bola para Jean Charles (foto), do MDB, mesmo partido do prefeito Edinho Araújo. Charles pediu avaliação jurídica da proposta antes de dar o parecer. Depois, o projeto ainda precisa seguir para Jorge Menezes (PTB). Mas o parecer de Marcondes já garante a apreciação do projeto pelo plenário.

Em números

De acordo com dados oficias do governo enviados à Câmara a pedido do vereador Gerson Furquim (PP), dos 237 cargos de livre nomeação do prefeito, só nove não estão ocupados por apadrinhados atualmente. Há mais cargos do gênero em autarquias e empresas municipais.

Deus no céu...

Sobre reportagem publicada pelo Diário no domingo, 24, com o título de capa "O embrião de um governador", revelando as costuras para o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) suceder João Doria (PSDB) na eleição de 2022, o vereador Fábio Marcondes (PL) é mais otimista. "Não é embrião. Já nasceu", afirma ele, que tenta apoio de Rodrigo para se cacifar como candidato a vice na chapa de reeleição do prefeito Edinho Araújo no ano que vem.

 

Lembra dela? - Policial militar que ficou conhecida nacionalmente depois de balear e matar, em maio do ano passado, um ladrão em frente à escola da filha, em Suzano, a deputada federal Katia Sastre (PL) desembarca nesta sexta, 29, em Rio Preto, para visitar o Hospital de Base. A parlamentar é mais um canal que o HB tenta criar em busca de recursos públicos para manutenção do hospital.

Ilustre cidadão - Diretor da regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Luiz Fernando Lucas (foto) recebe título de Cidadão Honorário Rio-pretense na segunda, 2. Ele também já se aventurou pela política. Em 2014, por exemplo, tentou o Senado pelo finado PRP, que se fundiu ao Patriota. Teve 118.758 votos. A homenagem, às 20h, na Câmara, partiu do vereador Pedro Roberto, do Patriota. Lucas, de 44 anos, nasceu em Campinas.

Sem confirmação - A dois dias da inauguração da Estação Central Parque, o novo terminal de ônibus de Rio Preto, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República afirmou o seguinte: "Até o momento, não há previsão de agenda do senhor presidente em São José do Rio Preto". O prefeito Edinho Araújo (MDB) convidou Jair Bolsonaro a participar da inauguração da obra, bancada por verba federal.

Não só nos jogos - Falando em Bolsonaro, o presidente sancionou lei que amplia a lista de casos de violência passíveis de punição pelo Estatuto de Defesa do Torcedor e aumenta a sanção prevista às torcidas organizadas, mesmo fora de eventos. A lei permite punir casos de invasão de treinos, confrontos entre torcedores fora dos estádios e agressão contra atletas, árbitros, fiscais, organizadores de eventos e jornalistas, mesmo de folga.

 

Projeto de lei protocolado na Câmara nesta terça-feira, 26, prevê que todas as alterações feitas em informações no Portal da Transparência da Prefeitura de Rio Preto devem conter a data, o horário, o responsável e o motivo da alteração. O autor da proposta é o vereador José Lagoeiro (DEM), que levantou suspeita de alterações indevidas de dados divulgados pelo Executivo quando investigava irregularidades no governo referentes a pagamentos do programa auxílio-atleta. Ele afirmou na justificativa do projeto que alterações são realizadas sem nenhum registro do procedimento. Lagoeiro prevê punição nas esferas cível, penal e administrativa.