Empresário dá um 'talvez' sobre patrocinar CarnavalÍcone de fechar Fechar

COLUNA DO DIÁRIO

Empresário dá um 'talvez' sobre patrocinar Carnaval


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Negócios de Turismo de Rio Preto, Jorge Luís de Souza, não recebeu um sim, mas também não saiu do encontro com o empresário Luiz Sergio Franzotti com um redondo não. Depois de quatro tentativas fracassadas de arrumar patrocínio para o Carnaval da cidade no ano que vem, o secretário deixou a cervejaria do empresário em Potirendaba com um talvez.

Franzotti disse à Coluna no final da tarde desta sexta-feira, 8, que gostou do formato da proposta apresentada pelo secretário e que ficou de estudá-la. Souza foi escalado pelo prefeito Edinho Araújo (MDB) para viabilizar a festa com o mínimo de recursos públicos.

Segundo o empresário, Souza não colocou valores na mesa. Ficou de passar os orçamentos na semana que vem. Ele pediu ao secretário, no entanto, que procure outros parceiros, além dele. Em reunião na quarta-feira entre Souza e os representantes da escolas de samba, as estimativas sobre os gastos da festa ficaram entre R$ 750 mil e R$ 1 milhão.

Franzotti, que já fez parceria com a Prefeitura durante a Expo deste ano, também aprova a decisão de o governo antecipar em uma semana da data oficial o Carnaval de 2020, bem como ampliar sua programação com shows, incluindo sertanejos. "Vai complementar outras festas mais fortes na região, sem concorrer. É uma oportunidade de sucesso", afirmou o empresário.

Além disso, a antecipação da festa também reduz os custos com a infraestrutura e mesmo com a contratação de shows, que ficam mais caros durante o período da festa.

Nesta segunda-feira, 11, o secretário volta a se reunir com representantes das escolas de samba para falar sobre o resultado da reunião com Franzotti.

 

O assunto

A hashtag "LulaLivreAgora" foi o assunto do dia nesta sexta-feira, 8, no Twitter. De acordo com a rede social, foram 136 mil tuítes sobre o assunto até por volta das 18h, horário em que o ex-presidente estava deixando a cadeia em Curitiba.

Decisão política

Na opinião do procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, divulgada no site do Ministério Público, a decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, sobre a prisão em segunda instância, foi política e não técnica.

Em São Paulo

O prefeito de Olímpia, Fernando Cunha, se encontrou nesta sexta-feira, 8, com a senadora Mara Gabrilli (foto) para pedir recursos destinados à Saúde e Educação. Ele, que divulgou o encontro por e-mail, apresentou alguns projetos trabalhados na rede municipal como o "Libras na Escola", e o Projeto de Reabilitação em Multimídia, que utiliza a técnica de Ginástica Cerebral.

De faturar e faturar

À moda do Chaves não o finado ditador venezuelano, mas aquele personagem de seriado pastelão mexicano , o vereador Marco Rillo (PL) faturou "sem querer, querendo" no Facebook a notícia publicada pelo Diário de ontem, cuja página ele até reproduziu, de que seu voto foi decisivo para o prefeito Edinho Araújo (MDB) destravar o projeto relacionado à construção de um hospital municipal na zona norte. "Hospital será do povo, e não do Edinho", escreveu o petista, em referência ao título da reportagem. Verdade. Mas o prefeito deixar para iniciar a obra, que vai atender a região mais populosa de Rio Preto, no ano em que tentará a reeleição, deve ser só detalhe.

 

Trocando ideia

O vereador Fábio Marcondes (PL) diz que as conversas que teve com o empresário Olavo Tarraf (foto) e com Warlem Miller, assessor parlamentar do deputado federal Kim Kataguiri (DEM), quinta-feira, 7, durante o SBT Conecta, com apoio o Diário, o estimularam elaborar a proposta que pode reduzir a quantidade de vereadores em Rio Preto de 17 para 13.

Eu também...

O vereador e prefeiturável Renato Pupo (PSD) gravou vídeo para dizer que não se sentiu atingindo pelo discurso do colega Marco Rillo (PT) na sessão de terça-feira, 5, que falou de maneira geral que os vereadores têm "rabo preso" com o prefeito Edinho Araújo (MDB) em troca de cargos para seus apadrinhados. No dia, apenas Jean Charles, do mesmo partido do prefeito, subiu à tribuna para desafiar Rillo a provar se ele tem algum indicado na Prefeitura.

...não

Pupo diz no vídeo que se sentiu desobrigado a repetir o gesto de Jean Charles durante a sessão porque o próprio petista disse durante a catilinária que ele foi o único a assinar o pedido de CPI para investigar a fundo a situação desses apadrinhados na Prefeitura. Questionando pela Coluna se tem algum indicado emprego pelo prefeito, Pupo disse que não.

 

A Câmara de Rio Preto vota na próxima terça-feira, 12, projeto de lei que limita o afastamento do trabalho apenas aos presidente dos sindicatos que representam os servidores públicos municipais. O prefeito Edinho Araújo (MDB) quer mudar a regra atual que possibilita que quatro servidores de cada agremiação se afastem do trabalho para atuação em atividade sindical. Os vereadores vão analisar ainda projeto de lei complementar que regulamenta a aplicação dos adicionais de insalubridade e periculosidade para os servidores. A proposta será votada em regime de urgência - quando legalidade e mérito são analisados na mesma sessão.

Muy amigos - Jorge Menezes (PTB) se disse convencido na quinta, 7, de que o presidente da Câmara, Paulo Pauléra (PP), e Fábio Marcondes (PL) teriam armado a trama para o indispor com o governo, aproveitando-se de sua ausência na votação do projeto para destravar o hospital que o prefeito Edinho Araújo (MDB) pretende construir na zona norte. O vereador até mandou zap desaforado para Pauléra. Marcondes e Pauléra negam.

Contra Lula - O Vem pra Rua convocou pelas redes sociais protesto em Rio Preto contra a decisão do Judiciário que possibilitou a libertação do ex-presidente Lula. Integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL), como Warlen Miiller (foto), e do Movimento Cidadania Brasil (MCB) devem engrossar o coro contra a soltura do petista. O ato está marcado para as 10h desde sábado, 9, em frente da Prefeitura.

Com Lula - A presidente do PT de Rio Preto, Celi Regina, afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) fez "justiça" ao considerar legal a prisão somente após o trânsito em julgado do processo decisão que colocou Lula na rua ontem mesmo. Grupo de petistas e simpatizantes do ex-presidente na região pretendem ir a São Bernardo do Campo neste sábado, 9, para participar de ato pró-Lula.

Questão de cor - A Ordem dos Advogados do Brasil em Rio Preto abre suas portas para também debater o racismo. Em 20 novembro, Dia da Consciência Negra, promove simpósio com três palestras relacionadas ao tema, uma delas com o coordenador da Comissão de Igualdade Racial da própria entidade, Gilmar Carvalho dos Santos. Ele fala sobre o "Direito do negro e os crimes raciais". As Valquírias abrem o evento, marcado para as 19h30.