Dnit libera R$ 15 milhões para obra na BRÍcone de fechar Fechar

DUPLICAÇÃO

Dnit libera R$ 15 milhões para obra na BR

Departamento também promete enviar outros R$ 15 milhões ainda neste ano


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O Ministério da Infraestrutura, por intermédio do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit), liberou R$ 15 milhões e espera liberar outros R$ 15 milhões até o final deste ano para as obras de duplicação dos 17,8 quilômetros do trecho urbano da BR-153 que cortam Rio Preto. O governo federal publicou portaria em edição extra do diário oficial da União na sexta-feira, 1º.

De acordo com a superintendência do Dnit em São Paulo, a suplementação dos recursos garantirá a continuidade dos serviços até o final do ano. O dinheiro deverá ser liberado de forma imediata. Na edição de sábado, 2, o Diário revelou que o consórcio de empreiteiras responsável pela obra pediu a prorrogação do contrato para concluir a duplicação da rodovia até dezembro de 2020. A falta de recursos é um dos principais argumentos apresentados pelas empresas Bandeirantes, Coplan, Astec e Encalso.

Esse novo cronograma foi elaborado pelo consórcio a pedido do próprio Dnit, que tenta impedir a paralisação total das obras diante do que classifica como "gestão eficiente [pelo órgão] dos parcos recursos disponíveis". "O que acarretaria prejuízos não apenas à população afetada, mas ao conjunto de serviços já concluído", afirmou o Dnit em nota nesta segunda, 4, sobre a liberação dos R$ 15 milhões.

Iniciada em 2016 com orçamento de R$ 186,9 milhões, a obra já está em R$ 244 milhões. O custo final com a prorrogação da execução por mais um ano é estimado em R$ 261 milhões, segundo as empreiteiras.

"Essa mesma preocupação e determinação do Dnit permanecem presentes, para que a BR-153/SP receba a totalidade dos recursos necessários à sua conclusão, ao longo do presente ano e também de 2020. Neste sentido, encontra-se em tramitação no congresso o PL [o projeto de lei] 42, onde consta a solicitação de acréscimo de mais R$ 15 milhões na rubrica orçamentária do empreendimento, ainda em 2019", afirmou a superintendência do órgão federal sobre os outros R$ 15 milhões.

Para o próximo ano, o governo federal incluiu no projeto do Orçamento mais R$ 40 milhões para a obra. O orçamento ainda não foi analisado pelo Congresso.

(Colaborou Francela Pinheiro)

A Prefeitura de Rio Preto afirma que ainda são necessários R$ 86,7 milhões para concluir a duplicação da BR-153 na cidade. O prefeito Edinho Araújo (MDB) comemorou a liberação dos R$ 15 milhões e agradeceu o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que o recebeu em Brasília.

Segundo a Prefeitura, 82% das obras já estão concluídas. Edinho espera que de fato a duplicação termine mesmo no ano que vem, quando ele deve disputar a reeleição. O emedebista diz que a duplicação vai integrar o anel viário também em fase de execução.

"São obras que se complementam e vão melhorar em muito a mobilidade urbana em Rio Preto, encurtando distâncias entre bairros e facilitando os deslocamentos, tanto para o transporte individual, como para o coletivo. Serão 35 quilômetros de novas vias rápidas, com uma forte interação com a BR-153 no trecho urbano", afirmou.

O prefeito também mencionou a participação do deputado federal Baleia Rossi (MDB), que o acompanhou no encontro com o ministro. (RL)