Expectativa de vida ao nascer é de 76 anosÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

A tábua da mortalidade do Brasil, divulgada nesta quinta-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informou que em 2017 os brasileiros ganharam em média mais 3 meses e 11 dias de vida em relação ao ano de 2016. A expectativa de vida ao nascer no Brasil era de 76 anos em 2017.

Segundo o IBGE, a longevidade dos homens aumentou de 72,2 anos em 2016 para 72,5 anos em 2017, enquanto a das mulheres foi de 79,4 para 79,6 anos.

O Estado de Santa Catarina tem a maior expectativa de vida do País com 79,4 anos. Em seguida, aparecem o Espírito Santo (78,5), o Distrito Federal (78,4) e São Paulo (78,4). Na outra ponta do ranking está o Maranhão (70,9), seguido pelo Piauí (71,2) e Rondônia (71,5).

A edição deste ano traz comparações com 1940, ano a partir do qual foi verificada uma primeira fase de transição demográfica, caracterizada pelo início da queda nas taxas de mortalidade.

Idosos

A expectativa de vida dos idosos também aumentou. De 1940 a 2017 houve aumento de 8,1 anos. Em 1940, de cada mil pessoas que chegavam aos 65 anos, 259 atingiriam os 80 anos ou mais. Em 2017, de cada mil idosos com 65 anos, 632 completariam 80 anos. As expectativas de vida ao atingir 80 anos, em 2017, foram de 10,3 e 8,6 anos para mulheres e homens, respectivamente. Em 1940, estes valores eram de 4,5 anos para as mulheres e 4,0 anos para os homens.