Premiê renuncia após forte onda de protestosÍcone de fechar Fechar
    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O primeiro-ministro do Iraque, Adel Abdul-Mahdi, renunciou ao cargo nesta sexta, 29, em meio a uma onda de protestos contra a corrupção e a influência do Irã no país. Mahdi disse que entregará o pedido de renúncia ao Parlamento. A decisão foi anunciada um dia após a polícia ter matado ao menos 37 pessoas que fecharam estradas em protestos contra o governo.

No começo da semana, centenas de pessoas invadiram o consulado do Irã, em Najaf, e foram reprimidas pela polícia. Ao menos 28 pessoas morreram.

Com a queda de Saddam Hussein, após a invasão americana em 2003, o Iraque criou um sistema parlamentarista. Xiitas, sunitas e curdos têm direito a voto. Maioria da população, os xiitas têm liderado os governos desde então.