Pressão da Câmara adia corredores de ônibusÍcone de fechar Fechar

Ficou para 2020

Pressão da Câmara adia corredores de ônibus

Corredores proíbem estacionar em avenidas de intenso movimento comercial, como a Bady


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Pressionado pela Câmara de Rio Preto, o secretário de Trânsito, Amaury Hernandes, adiou o início da operação dos nove corredores de ônibus na cidade para 6 de janeiro. O funcionamento estava previsto para começar na próxima segunda-feira, 2, com a inauguração do novo terminal de ônibus nesta sexta-feira, 29.

O presidente do Legislativo, Paulo Pauléra (PP), afirmou que recebeu pedidos de comerciantes da avenida Bady Bassitt para que o início dos corredores exclusivos de ônibus ficassem para o início de 2020. O principal argumento é dezembro ser o melhor período de vendas e que a proibição de estacionamento de carros na avenida, com a entrada em operação dos corredores, afastaria a clientela da avenida no principal mês de faturamento do ano.

Pauléra usou a tribuna da Câmara, na sessão de terça-feira, 26, para pedir a alteração da data ao prefeito Edinho Araújo (MDB). Ontem à tarde, ele se reuniu com o secretário de Governo, Jair Moretti, e reforçou o apelo. "É uma questão de responsabilidade do governo ajudar o comerciante da cidade. Fui procurado por eles para não iniciar os corredores de ônibus em dezembro, quando é registrado o melhor período de vendas", afirmou o vereador.

O secretário de Trânsito, porém, já havia se reunido com o chefe de Gabinete, Zeca Moreira, para discutir o assunto pela manhã. "Não há problema em adiar por um mês o início do funcionamento dos corredores. Quem esperou até agora pode esperar mais um pouco, mas caberá ao prefeito Edinho a palavra final", afirmou Hernandes ao anunciar a nova data de operação dos corredores durante o programa "Política em Debate" de ontem transmitido pela página do Diário no Facebook.

De acordo com o secretário, guardas municipais vão usar o mês de dezembro para orientar motoristas sobre o funcionamento dos corredores, como a exclusividade dos ônibus do transporte coletivo de transitar pela faixa em dois períodos do dia das 5h às 8h e das 16h30 às 19h30 de segunda a sexta-feira. Os veículos podem trafegar na faixa em qualquer horário aos sábados, domingos e feriados. Nos dias de semana só é permitido estacionar na faixa dos corredores entre 20h e 5h.

 

O secretário de Trânsito, Amaury Hernandes, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro não deve participar da inauguração do novo terminal de ônibus de Rio Preto nesta sexta-feira, 29. A Secretaria de Comunicação da Presidência da República já havia afirmado ao Diário na terça-feira, 26, que não havia previsão de agenda do presidente em Rio Preto no mesmo dia. A inauguração do terminal foi marcada para as 15h.

O prefeito Edinho Araújo (MDB) enviou convite ao presidente, já que os R$ 64 milhões usados para a execução da obra, na antiga praça Cívica, são recursos federais. Faz parte do Plano de Mobilidade Urbana, que resultará em investimentos da ordem de R$ 200 milhões em Rio Preto.

Além do novo terminal, fazem parte do plano a construção dos complexos de viaduto da zona norte, do viaduto da rua João Mesquita, os nove corredores de ônibus, o complexo viário da avenida Mirassolândia e miniterminais de ônibus ainda em fase de licitação , além da reforma do atual terminal de ônibus. (RL)