Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 21
26/11/2019 - 00h30min

MÃOS NA TAÇA

Rio Preto Weilers festeja título nacional de futebol americano

Depois do acesso, futebol americano do Rio Preto Weilers projeta aumento na receita para R$ 360 mil por ano para não fazer feio

Fotos: Zé Rafael/Divulgação Weilers Em pé, da esquerda para a direita: Eric, Jonas, Leozão, Nilvan, Sonego, Mateus, Soldado, Eric Silva, André, Gilberto, Luan Souza, Maicoul, Rafael, Bruno Sangalleti, Fernando Sanchez, Fabio, Brunão, Renan, Henrique, Juninho, Denner, Pedro Cirillo, Jaka, Zé Renato, André Petreca, Luan Gomes, José Liso (de lado), Diego, Alexandre Ribeiro (treinador). De joelhos, na mesma ordem: Alexandre, Gabriel, Dam, João, Toni, Zé Elias, Anderson Chocolate, Walber Tyson, Juan, Julio, Pestile, Cody, Wilmer, Minari e Ale Abreu. Deitados: Tailan, Martin Mccoy, Leo Loto, Lucas e Guilherme
Em pé, da esquerda para a direita: Eric, Jonas, Leozão, Nilvan, Sonego, Mateus, Soldado, Eric Silva, André, Gilberto, Luan Souza, Maicoul, Rafael, Bruno Sangalleti, Fernando Sanchez, Fabio, Brunão, Renan, Henrique, Juninho, Denner, Pedro Cirillo, Jaka, Zé Renato, André Petreca, Luan Gomes, José Liso (de lado), Diego, Alexandre Ribeiro (treinador). De joelhos, na mesma ordem: Alexandre, Gabriel, Dam, João, Toni, Zé Elias, Anderson Chocolate, Walber Tyson, Juan, Julio, Pestile, Cody, Wilmer, Minari e Ale Abreu. Deitados: Tailan, Martin Mccoy, Leo Loto, Lucas e Guilherme

Ainda na comemoração do título do Brasileiro de Futebol Americano (BFA) Acesso, após a vitória de 56 a 27 sobre o Contagem Inconfidentes, de Minas Gerais, no domingo no estádio Teixeirão, o Rio Preto Weilers começa a pensar no futuro. Para direção, a meta é fortalecer o caixa para não fazer feio em 2020, quando além de jogar a elite do Nacional, defenderá o título da São Paulo Football League (SPFL).

"Preciso chegar em R$ 25 mil, R$ 30 mil por mês. Hoje temos R$ 10 mil entre patrocínios, permutas e outras receitas", conta o presidente Matheus Camargo. "Patrocínio é a principal forma de buscar isso, algumas permutas acontecem, são importantes, como por exemplo uma empresa que nos conhece e tinha um apartamento. Nos cederam em troca de patrocínio. Temos três apartamentos nessa situação", emendou o dirigente.

As moradias servem aos atletas que vieram do Nordeste, dos Estados Unidos e também ao coach Alexandre Ribeiro. "Se tivesse que pagar era dinheiro saindo do caixa."

Para otimizar a busca por recursos, o Rio Preto Weilers também lançou no dia da final o plano Sócio Torcedor Matilha, com opções de adesão por R$ 20 ao mês e R$ 30 ao mês, onde o torcedor terá desde desconto no ingresso em jogos em casa à isenção, além de clube de vantagens em empresas de Rio Preto e brindes do time - caneca, camiseta.

"O sócio torcedor será parte chave do faturamento. Se eu chegar em um mil sócios, vou ter cerca de R$ 15 mil em receita", emendou Camargo.

O norte-americano Cody Lamoreaux foi o MVP (jogador mais valioso) na decisão de domingo no Teixeirão, que fechou o ano em chave de ouro. O Weilers foi campeão do Paulista da Fefesp em 2017 e vice na SPFL ano passado.

"Não consegui comemorar ainda. Estou na minha empresa já, acabei me dedicando muito ao Weilers nos últimos meses e isso reflete na empresa. Pra quem vive o esporte, é gratificante quando vê as pessoas em campo, a torcida, tenho mais de 200 mensagens aguardando resposta, esse é o pagamento, o reconhecimento", disse Camargo.

O dirigente afirma já ter acertado com dois reforços para 2020, além de ter renovado com Felipe Erick, o Minitron, e Cody. Os nomes serão divulgados ao final da temporada. "Vamos nos reunir com o coach Alexandre [Ribeiro] nesta semana e ver o que é essencial para uma boa campanha, são seis jogos. Se faremos um time competitivo, ou pra chegar numa final de conferência", disse Camargo.

Apenas os norte-americanos Cody e Martin recebem ajuda de custo atualmente, os demais atletas jogam em troca de moradia, alimentação, internet. "É esporte amador, não dá pra pagar salário, alguns a gente oferece a oportunidade de buscarem um trabalho", emendou Camargo.

O Weilers vai substituir na BFA Elite a equipe do Macaé Oilers, que foi rebaixada com seis derrotas em seis jogos. Na elite ainda estão: Galo FA, Portuguesa, Flamengo Imperadores, Ribeirão Preto Challengers, Vasco Almirantes, Tritões, América Locomotiva, São Paulo Storm e Corinthians Steamrollers.

Campanha dos campeões

Primeira fase

  • 4/8 - 39 x 0 Sorocaba Vipers - Teixeirão
  • 25/8 - 21 x 0 Spartans Football - São Paulo
  • 22/9 - 52 x 0 Univás Gladiadores-MG - Teixeirão
  • 12/10 - 49 a 0 Independente Tomahawk - Limeira

Quartas de final

  • 26/10 - 37 x 6 Black Knights-ES - Teixeirão

Semifinal

  • 10/11 - 31 x 0 Blaze-RJ - Teixeirão

Final

  • 24/11 - 56 x 27 Inconfidentes - Teixeirão

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos tr�s primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.