Santos é derrotado, mas tropeço do rival garante viceÍcone de fechar Fechar

BRASILEIRÃO

Santos é derrotado, mas tropeço do rival garante vice

Time comandado por Sampaoli volta a campo neste domingo, contra Chapecoense na Vila


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Em um jogo aberto e com pênalti perdido no fim por Carlos Sánchez, o Fortaleza sacramentou a sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro ao vencer o Santos por 2 a 1, no Castelão, pela 35ª rodada, na noite desta quinta, 28, naquele que foi o primeiro triunfo da sua história sobre o clube paulista.

O resultado levou o Fortaleza aos 46 pontos, o que já o deixa em boas condições para se garantir na próxima Copa Sul-Americana. Já o Santos, mesmo derrotado, sustentou a segunda posição em função da derrota do Palmeiras para o Fluminense, com 68 pontos.

Os times voltarão a campo no domingo, pela penúltima rodada. O Fortaleza visitará o Goiás, às 16 horas, no Serra Dourada, enquanto o Santos será mandante contra a Chapecoense, às 19 horas, na Vila Belmiro.

O jogo

Para o duelo que encheu o Castelão, Sampaoli voltou a mudar o Santos e a apostar em uma variação tática. Além de trocar os suspensos Gustavo Henrique e Marinho por Luiz Felipe e Derlis Gonzalez, optou pela escalação de um terceiro zagueiro, Luan Peres, improvisado na lateral esquerda, além de promover o retorno de Diego Pituca ao meio-campo. Com essa nova formação, o Santos iniciou a partida ligado e quase abriu o placar com Carlos Sánchez. Já o Fortaleza era perigoso em contra-ataques velozes.

Logo no começo da etapa final, o Fortaleza saiu na frente. Aos quatro minutos, em cobrança de falta, Edinho colocou a bola no ângulo esquerdo da meta santista. Em desvantagem, Sampaoli alterou seu esquema, colocando Evandro em campo, na vaga de Luan Peres, o que levou Pituca a atuar como lateral-esquerdo. E o time se lançou ao ataque, mas seguiu falhando nas finalizações. O Fortaleza aproveitou a desorganização da defesa do Santos para marcar novamente. Aos 19, Romarinho avançou pela direita e cruzou para trás, a bola voltou a desviar em Luiz Felipe e sobrou para Osvaldo finalizar às redes.

Mas o Santos não desistiu. Seguiu no ataque e diminuiu aos 23, com cabeceio certeiro de Sánchez. E o time cresceu com esse gol, perdendo boas chances com Soteldo e Derlis. O Fortaleza também teve contra-ataques para matar o jogo, com Osvaldo, mas não aproveitou. A melhor chance de o Santos empatar surgiu aos 40 minutos, após pênalti em Evandro confirmado pelo VAR. Só que Sánchez acertou a trave, permitindo que o Fortaleza assegurasse a sua vitória. Tenso, o Santos teve Soteldo expulso nos minutos finais, além de Pará por reclamação ao término do duelo.

 

FORTALEZA - 2

Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Bruno Melo; Felipe (Araruna) e Juninho; Romarinho, Edinho (Tinga), Osvaldo (Kieza) e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

SANTOS - 1

Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Jean Mota) e Luan Peres (Evandro); Alison, Diego Pituca (Felipe Jonatan) e Carlos Sánchez; Derlis González, Eduardo Sasha e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

Gols: Edinho, aos quatro, Osvaldo, aos 19, e Carlos Sánchez aos 23 minutos do segundo tempo. Expulsões: Charles Hembert (Fortaleza); Soteldo e Pará (Santos). Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA). Renda e público: não disponíveis. Local: Castelão, em Fortaleza-CE, na noite desta quinta-feira, 28.