Luizão ostenta marca há 19 anosÍcone de fechar Fechar

LENDAS DA LIBERTADORES

Luizão ostenta marca há 19 anos

Depois de se aventurar na política, sem sucesso, ex-jogador vira youtuber


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Aposentado dos gramados, mas lembrado por sua história, o ex-atacante Luizão, 44 anos, que é da cidade de Rubineia, foi homenageado pela Conmebol antes da decisão da Libertadores da América por ser o maior artilheiro brasileiro da competição sul-americana, que teve Gabigol como grande protagonista frente o River Plate. Luizão tem 29 gols marcados em quatro edições - oito pelo Vasco campeão de 1998, 15 com a camisa do Corinthians em 2000, um pelo Grêmio em 2002 e cinco pelo São Paulo na conquista de 2005.

"Lembrança em vida é muito boa, quando morre não adianta [risos]. Fiquei muito feliz e contente, fui um dos primeiros a ser lembrado pelo programa 'Leyendas' [lendas] da Libertadores", disse Luizão. "Ganhei duas Libertadores e cheguei em duas semifinais. Fiz 15 gols numa edição e isso é fato muito raro, só um cara fez 17, ser o brasileiro que mais fez gol em Libertadores, pra mim é uma honra, um moleque sair de Rubineia e chegar nesse ponto é um prazer muito grande."

Só Daniel Onega, com a camisa do River Plate, em 1966, marcou mais que Luizão, 17 gols. O ex-atacante da região está na frente de nomes como Zico, artilheiro com o Flamengo na conquista de 1981, com 14 gols (marcou outros oito em 1982), Jardel, com 12 pelo Grêmio em 1995. Neste ano, Gabigol fez nove pelo Flamengo. "A marca de 29 gols alguém vai bater, 15 numa edição pode até bater pois tem mais jogos que tinha, fiz em 13 jogos. Mas recorde são para ser batidos. Estou há 19 anos com 15 gols e há 15 com os 29. Tem um bom tempo e se alguém superar não fico decepcionado não", disse Luizão.

Além de Luizão, a Conmebol elogiou o 'canhão da Vila' Pepe, campeão da Libertadores nas temporadas de 1962 e 1963. Ex-jogadores como Júnior Baiano, Zico, Sorin fizeram o jogo das lendas em um campo de society em Lima. O ex-atacante Fernando Cavenaghi e o volante Sebastián Battaglia foram as 'lendas' argentinas homenageadas. O ex-atacante foi campeão pelo River Plate em 2015 e o ex-volante ganhou a competição em 2000, 2001, 2003 e 2007.

Ver o Flamengo erguer a taça de campeão também foi momento único para Luizão, que, além de empresário no futebol, curte uma nova fase como youtuber, com o canal Bem Posicionados. "Foi sensacional, sou flamenguista desde a infância, o Gabigol foi do inferno ao céu em dois minutos. Se o Flamengo perde, a torcida mata ele, mas ele tem o cheiro do gol", disse Luizão.

"O canal no YouTube começou agora, mas já conseguimos entrevistar grandes lendas do esportes, Bebeto, Djalminha, Amaral, Falcão, o pessoal do canal Desimpedidos. Está crescendo, vamos gravar com o Marcão na semana que vem", emendou.

A carreira política, tentada recentemente, foi deixada de lado e agora ele só quer saber do futebol. Na final do Mundial de Clubes da Fifa, também aposta no Flamengo. "Montaram uma grande equipe, souberam contratar, o treinador encarnou a equipe e o time está correndo. O Bruno Henrique voando, é o melhor jogador do Brasil e da América Latina, tudo está dando certo", finalizou Luizão, que ganhou o Mundial de Clubes com o Corinthians em 2000 e a Copa do Mundo de 2002 com a Seleção Brasileira.