Santos defende condição de vice-líder contra o FortalezaÍcone de fechar Fechar

BRASILEIRÃO

Santos defende condição de vice-líder contra o Fortaleza

Na véspera do jogo, Lucas Veríssimo critica diretoria; para zagueiro, faltou planejamento


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

Com o título do Campeonato Brasileiro já conquistado por antecipação pelo Flamengo, o Santos entra em campo na noite desta quinta-feira, 29, pela 35ª rodada contra o Fortaleza, no Castelão, em busca de defender a vice-liderança e ainda ultrapassar algumas marcas. Além de ter a chance de realizar a melhor campanha na era dos pontos corridos, o Peixe ainda pode fazer o melhor segundo turno desta década.

Se vencer o time comandado por Rogério Ceni nesta quinta, o Peixe ultrapassará a campanha de 2014 e igualará à de 2015. Vale lembrar que o Santos está empatado com a campanha de 2011 e tem sete pontos a menos que o returno de 2016.

O discurso dos jogadores, inclusive, é de superar o rival Palmeiras e consolidar o segundo lugar da competição - ambos têm 68 pontos somados até aqui, mas a equipe da Vila Belmiro tem uma vitória a mais.

"Foco também é passar a numeração nos pontos corridos, de 71 pontos. É o segundo ponto e tocamos nessa tecla. Esperamos ganhar do Fortaleza para fechar com chave de ouro o Campeonato Brasileiro", afirmou Felipe Jonatan.

O atacante Evandro também espera manter o embalo. "Agora é conquistar de vez o segundo lugar, faltam ainda quatro rodadas. Jogamos tão bem mais uma vez, demos o ritmo do jogo. O time joga tão bem e agora é desfrutar isso. Esperamos seguir com esta grande fase na temporada", disse.

Os desfalques certos do técnico Jorge Sampaoli são o zagueiro Gustavo Henrique e Marinho, suspensos, além de Jorge, devido a uma lesão. O lateral-esquerdo sentiu um desconforto no posterior do joelho direito, nem treinou nesta quarta-feira. Ele já iniciou tratamento e será reavaliado. Felipe Jonatan deve atuar em seu lugar.

Críticas

Também nesta quarta, o zagueiro Lucas Veríssimo criticou a diretoria do Santos e pediu maior planejamento para as próximas temporadas. Na opinião do jogador, a saída de Paulo Autuori deve trazer prejuízo para a programação do clube para 2020. "O Santos acabou de perder um cara como o Autuori. Por mais que tenha ficado pouco tempo no clube, dava para ver que era um cara visionário, que queria somar para o Santos. Tinha ótimos pensamentos. E dava para ver que poderíamos ter um crescimento. Ele já vinha planejando 2020, mas isso, infelizmente, foi interrompido", declarou.

Para o lugar de Autuori, o Santos contratou William Thomas. "O William já está pensando nisso [planejamento] e espero que faça um bom trabalho porque o Santos merece brigar por títulos e tem de ser campeão. Está na hora de se sagrar campeão", cobrou o jogador, que pediu ações da diretoria pensando no longo prazo.

 

FORTALEZA

Felipe Alves; Tinga, Quintero, Paulão e Bruno Melo; Felipe e Juninho; Romarinho, André Luis (Edinho), Osvaldo e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.

SANTOS

Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres (Luiz Felipe) e Felipe Jonatan; Alison, Carlos Sánchez e Evandro; Tailson (Derlis González), Eduardo Sasha e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli.

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA). Local: Arena Castelão, em Fortaleza-CE, às 20 horas desta quinta-feira, 28, com transmissão ao vivo pelo sistema pay-per-view (pagar-para-ver) da TV por assinatura.