Tabelão traz 120 preços dos produtos de 13 supermercadosÍcone de fechar Fechar

ECONOMIZE

Tabelão traz 120 preços dos produtos de 13 supermercados

Quem não abre mão da leguminosa deve pesquisar preços e substituir marcas


    • São José do Rio Preto
    • máx 32 min 18

O feijão, queridinho do cardápio do brasileiro, está mais caro nos supermercados de Rio Preto. Por causa da queda na produção e das mudanças climáticas, as pessoas deixaram de pagar R$ 3,59 no início deste mês para agora desembolsar R$ 7,48 pelo quilo do produto.

No começo do mês, os valores eram entre R$ 3,59 e R$ 4,99. Quando se considera os menores valores, R$ 3,59 e

R$ 4,29, houve um aumento de 19%. Com os maiores valores - R$ 4,99 e R$ 7,48 - cerca de 50%, diferença de R$ 2,49.

De acordo com o economista Hipólito Martins Filho, a produção da leguminosa caiu devido à seca, e por isso o preço aumentou. "O feijão é um alimento que não tem substituto, entra em ação a lei da oferta e da procura. O consumidor fica sem saída porque ou tem que pagar o preço ou vai ter que deixar de consumir."

O consumidor que já tinha sentido o aumento do preço do feijão em fevereiro precisa preparar o bolso para não deixar de levar o feijão para a mesa. A aposentada Regina Célia Menezes Ramos Lombardi não deixa de comprar porque é um prato que não pode faltar em casa. "Procuro comprar uma marca mais em conta, porque no fundo é tudo igual. Faço pesquisa de preços para ver onde está mais barato e, além disso, levo em menos quantidade."

O consumidor que precisa economizar deve driblar o alto preço do feijão, já que a produção só aumenta quando o clima melhorar. Para quem não abre mão da leguminosa no cardápio, que não possui substituto, a pesquisa deve ser fundamental na hora das compras. Devem-se levar em consideração marcas mais em conta para garantir a economia.

Pesquisa

Na pesquisa desta sexta-feira, 29, o Diário cotou os preços de 120 produtos em 13 supermercados de Rio Preto. A variação total chegou a R$ 350,96.

Clique aqui para ver a tabela de preços.

Clique aqui para ver a tabela dos preços de cesta básica.

Os trabalhadores nascidos em agosto poderão sacar até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa do FGTS nesta sexta-feira, 29.

Para receber o benefício com o cartão cidadão e a senha cidadão, os trabalhadores podem optar pelo saque nos terminais de autoatendimento, casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou agências. Para quem tem só a senha cidadão, o saque pode ser realizado nos terminais de autoatendimento da Caixa ou nas casas lotéricas com a apresentação do documento de identidade.

Quando o saldo das contas FGTS for de até R$ 100, o saque é realizado de forma simplificada nas casas lotéricas apenas com o número do NIS ou CPF e o documento de identidade. Para agilizar o atendimento, a Caixa orienta que o trabalhador esteja com sua Carteira de Trabalho em mãos no momento do saque.

Para que todos os trabalhadores possam receber os seus recursos ainda este ano, a Caixa antecipou o calendário. Para os nascidos no mês de setembro e outubro a data para sacar o benefício será em 6 de dezembro.
Para os nascidos em novembro e dezembro, será em 18 do mesmo mês.

A data limite para recebimento dos valores é 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até lá, os valores retornam para a conta de FGTS do trabalhador, sem qualquer ônus.

Bazar oferece peças femininas de R$ 19,90 a R$ 99,90

O fim de semana tem descontos em roupas femininas em Rio Preto. A loja Mamorena está realizando um bazar de Natal nesta sexta-feira, 29, e sábado, 30. A liquidação oferece peças de R$ 19,99 a R$ 99,90, dentre elas blusas, vestidos curtos e longos, calças, shorts, bermudas, saias, macacão e blazer.

A forma de pagamento será em dinheiro ou cartão de crédito. O bazar está sendo organizado no salão da Doc Bier na Avenida José Munia, 6200. O horário será das 9h às 20h nos dois dias, inclusive no sábado.